A tensão pré-menstrual (TPM) é uma das ocorrências mais comuns em mulheres ao redor do mundo. Como os sintomas da TPM são bastante diferentes, é difícil falar quantas pessoas são acometidas por esse problema, que se apresenta de formas e intensidades variadas.  As alterações fisiológicas desse período são causadas pelos hormônios femininos.

Como sintomas, podemos citar tanto sinais físicos (enjoos, dores de cabeça, acne ou queda na imunidade) quanto emocionais (instabilidade no humor, ansiedade ou insônia). Cada mulher apresenta indícios variados, mas uma coisa é certa: a TPM influencia negativamente a qualidade de vida feminina e pode trazer muitos problemas.

Felizmente, esse período não precisa ser tão negativo desde que algumas dicas sejam seguidas. Com alguns cuidados, é possível atenuar os sintomas prejudiciais e passar pela TPM com mais tranquilidade. A seguir, confira algumas ideias valiosas para aliviar esse problema.

1. Pratique yoga

Pode até parecer estranho, mas praticar yoga é uma das melhores alternativas para a redução dos sintomas da TPM. Essa atividade milenar é extremamente útil para a diminuição de dores e para a promoção da atividade circulatória.

Poses famosas, como a pinça, a da criança e a esfinge, são conhecidas por estimular a circulação e realizar uma massagem interna nos órgãos reprodutores. Além disso, o yoga auxilia no equilíbrio emocional, ajudando também a diminuir os sintomas psicológicos tão comuns nesse período.

2. Faça atividades físicas

Muito provavelmente, praticar atividades físicas é a última coisa que passa pela mente de mulheres no período pré-menstrual. No entanto, o que poucas sabem é que movimentar o corpo pode ser muito benéfico para diminuir os sintomas indesejáveis da TPM.

Isso acontece pela liberação de hormônios responsáveis pelo bem-estar, como a endorfina, e pela redução das dores com a melhora da circulação sanguínea, o que ajuda na oxigenação dos tecidos do organismo. Por isso, aquela caminhada ou pedalada podem ser ótimas maneiras de viver melhor durante esse momento.

3. Cuide da sua alimentação

Nossa alimentação está diretamente ligada a diversos fatores de nossa vida, e com a TPM isso não é diferente. Uma dieta equilibrada e balanceada pode fazer toda a diferença para reduzir os sintomas prejudiciais desse período.

Para tal, invista na adição de fibras e beba muitos líquidos. A ingestão desses alimentos auxilia no trânsito intestinal, na redução do inchaço e na eliminação de toxinas. Além disso, alimentos ricos em vitamina B são poderosos anti-inflamatórios e ajudam na diminuição da dor, assim como o zinco e o magnésio.

4. Inclua atividades prazerosas em sua rotina

Um dos principais problemas causados pela TPM é o mau humor e as oscilações bruscas nesse setor. A irritabilidade também é muito presente em grande maioria das mulheres, o que torna indispensável a busca por atividades mais prazerosas. Por isso, é importante se lembrar da máxima “mente sã, corpo são”.

Mesmo em meio à rotina caótica, é preciso buscar atividades que tragam felicidade e acalmem a mente. Isso pode ser, literalmente, qualquer coisa. Ler um bom livro ou caminhar em um parque são alternativas baratas e muito simples, mas que podem ajudar muito na redução dos sintomas ligados ao humor.

Viu como é fácil aliviar os sintomas da TPM e ter mais qualidade de vida? Além de extremamente benéfica para este fim, o yoga pode ser uma ótima opção de tratamento coadjuvante para uma série de problemas físicos e emocionais, trazendo muitos benefícios. Considere incluí-lo em sua rotina!

Quer saber mais sobre o assunto? Confira os principais cuidados que devem ser tomados antes e após a prática de yoga em um artigo especial sobre o tema.