Apesar de muito difundida no ocidente, a prática do yoga ainda desperta curiosidades e inúmeras dúvidas a quem nunca praticou ou é iniciante. Porém, o que todos já sabem é que o método é capaz de proporcionar benefícios para a saúde e contribuir para o bem-estar e qualidade de vida. Mas como em qualquer outra atividade, é preciso saber o que será trabalhado na aula e o que deve ser feito para conquistar todas essas vantagens.

Escolha um método

Antes de iniciar a prática de yoga é necessário pesquisar sobre cada método e em qual área do corpo ele trabalhará. O hatha yoga, por exemplo, é um dos tipos mais comuns nos países ocidentais. Esse tipo é mais voltado para a realização dos asanas (posturas), por isso é facilmente encontrado em estúdios. Flexibilidade e fortalecimento estão entre os benefícios do hatha yoga.

Já o kundalini yoga é voltado para a área mental e espiritual. Ao realizar os movimentos em conjunto com uma respiração fluída, você sentirá bem-estar e poderá alinhar os chacras, responsáveis pela energia e equilíbrio do corpo. Esse método do yoga é mais individual, ele faz refletir e contemplar sobre nós mesmos e o que está em nossa volta.

Vinyasa yoga, ashtanga yoga, raja yoga, hatha vinyasa yoga, iyengar yoga e superioga estão entre os outros métodos da prática que proporcionam resultados incríveis e ainda podem ser praticados em qualquer lugar.

Roupa confortável

Você já viu alguém praticando alguma atividade física de salto alto ou com uma roupa nada confortável? Se viu pode ter certeza que a pessoa não alcançará os objetivos desejados. E ainda pior, poderá se machucar feio, caso caia ou lesione alguma outra parte do corpo. Com o yoga não é diferente.

Antes de iniciar a aula, atente-se ao que irá vestir. Nada de vestimentas muito apertadas e que tenham objetos cortantes. Opte sempre por calças ou shorts que deem movimento para o seu corpo. Tire pulseiras e anéis, eles podem te machucar e tirar a atenção necessária durante a prática.

Seu cabelo é muito comprido? Prenda-o, pelo menos no período em que estiver na aula. Ao seguir essas dicas, você verá como a prática será fluída.

Espaço e horário adequado

Estúdios têm horários restritos e aulas em determinados locais. Para quem é adepto das aulas online, uma das vantagens é escolher o lugar e a melhor hora para a realização da prática de yoga.

Se você é uma dessas pessoas que gosta de praticar no aconchego do seu lar, uma dica para por em prática antes de iniciar o yoga, é definir o espaço e a melhor hora para realizar os asanas. Pode ser que com a correria do dia a dia nem sempre seja possível estar disponível no mesmo horário, por isso a importância de ter um cronograma semanal.

O que comer antes e depois

Ter uma alimentação equilibrada durante o dia é tão importante quanto os itens anteriores. Logicamente você não vai beber leite antes de andar de montanha russa, por que então comeria alimentos pesados antes da prática de yoga? Não que o método possa ser comparado a um brinquedo radical, mas manter o organismo em harmonia é de extrema importância para obter os resultados desejados.

Não é recomendado ingerir comida gordurosa e cheia de sal e açúcar no pré yoga. Se a sua prática acontecer à tarde ou à noite, o ideal é comer três horas antes. Dê preferência a alimentos naturais e de fácil digestão, como frutas e bebidas leves. Barrinhas naturais também são boas opções.

As posturas de yoga trabalham todo o corpo, inclusive com a região abdominal. Já pensou em fazer uma invertida com o estômago estufado, não daria muito certo, não é mesmo? Após terminar a prática, espere 30 minutos e coma alimentos leves.

Cuidado com a respiração

A respiração é um ponto crucial para a prática de yoga. Pessoas ansiosas e nervosas vêm no método uma forma de aliviar os sintomas desse tipo de problemas, por isso é imprescindível manter uma respiração ritmada. Mas como? Vejamos!

Os pranayamas (técnicas de respiração) são importantes, pois ajudam a se concentrar e a relaxar. Se você começar o yoga nervoso, não conseguirá finalizar nada. Fique calmo e respire profundamente. Fique atento e tente manter a harmonia entre a respiração e os asanas.

Respeite o próprio corpo

Outro cuidado que deve ser levado em conta é o respeito com o próprio corpo. Não é porque o professor ou o seu colega consegue realizar determinada postura, que você também deverá conseguir logo de primeira. É extremamente importante estar concentrado e ter consciência corporal, pois uma postura forçada ou mal feita pode desencadear problemas físicos graves.

Caso não conclua a prática ou não consiga fazer o movimento do jeito que o outro faz, não se preocupe. A flexibilidade é adquirida com a execução constante. O seu corpo agradece quando você o cuida e o respeita da maneira que ele merece.

Meditação

Asanas feitos, o que fazer? Especialistas recomendam apartar um tempo para a meditação. Essa prática é benéfica e complementa tudo o que foi realizado durante a aula de yoga.

Após a realização das posturas, permaneça deitado por alguns minutos e levante devagar. Inicie a meditação e continue na prática o tempo que achar necessário. Lembre-se de escolher um local calmo e sem interferências externas. Evite odores fortes e escolha melodias suaves e que ajudem a se concentrar enquanto estiver meditando.

Faça em casa

Conseguimos esclarecer algumas dúvidas? Que tal começar uma aula hoje mesmo? Os cursos online de yoga são uma ótima alternativa para quem não tempo de ir a um estúdio ou quem deseja economizar. Lembrando que as aulas na internet são tão benéficas quanto as presenciais, você só precisa ter disciplina e dedicação.