Deusas, sacerdotisas, poderosas, submissas, donas de casa. A imagem da mulher vem sendo construída na sociedade sob várias visões. Nas últimas décadas, mulheres lutam por seus ideais, sempre pensando no que é melhor para elas mesmas. A figura de fragilidade e dependência não é mais o que ronda. Agora, a força feminina ganha espaço e, para isso, elas contam uma palavra-chave: autoconhecimento.

O autoconhecimento é importante para qualquer pessoa, inclusive para as mulheres. Já pensou viver uma vida infeliz, na qual não consegue entender o motivo para tanta frustação? Isso é mais comum do que pensa.

Infelizmente, muitas mulheres acabam por terem conflitos internos pela falta de equilíbrio em suas vidas. E não é porque elas querem, é porque não sabem como se reconhecer como um ser único, com vontades, sonhos e desejos, tudo o que lhes foi tirado a centenas de anos atrás.

Não se sinta culpada por não ter o mesmo sonho que o seu companheiro ou que a sua família. Não tente forçar algo só para agradar alguém. Pense no que te faz bem, seja livre, isso é ser feliz.

O autoconhecimento no dia a dia

Desenvolver o autoconhecimento é um processo. Quanto tempo você demora para conhecer uma pessoa? Não é dia um dia para o outro, certo? É assim com os sentimentos, com as emoções, com tudo o que o faz parte da vida. Olhar para si mesmo e ver os próprios valores, os pontos fortes, os pontos fracos, os medos, as alegrias é muito importante para o crescimento pessoal.

Não gosta do seu trabalho? Ou acredita que poderia melhorar em uma área específica? O autoconhecimento também é essencial para a vida profissional. Às vezes, você não se sente bem naquele ambiente de trabalho porque realmente ele não é para você. Outras vezes você não consegue superar aquele obstáculo porque não conhece as suas próprias dificuldades.

Trabalhar esse conhecimento interno pode parecer difícil, mas não é impossível.

autoconhecimento

Como se autoconhecer

Manter o equilíbrio entre o corpo e a mente é fundamental para a qualidade de vida, e o autoconhecimento entra nesse pacote. É possível conhecer a si mesmo por meio de várias práticas e atividades. Confira algumas.

Viajar

Quem não gosta de explorar novos lugares, de conhecer novas culturas e experimentar pratos diferentes? Acredite, viajar ajuda a desenvolver o autoconhecimento. Inclusive, muitas mulheres têm aderido a essa estratégia para relaxar e tirar toda a tensão causada pelo dia a dia.

Viajar é ótimo para aprender sobre o que você gosta, como se comporta em situações difíceis, o que almeja da vida, quais são os seus limites, etc.

Praticar exercícios físicos

Não quer, ou não pode, viajar? A prática de exercícios físicos é uma boa forma de se autoconhecer.

Ao realizar determinada atividade física, você terá mais consciência corporal e poderá relaxar com o que realmente gosta. Não se sente bem fazendo academia, mas acha que tem jeito para a dança? Então dance, trabalhe os seus pontos fortes, mostre que pode.

Prefere algo mais calmo? O yoga pode ser ótimo. Experimente uma aula de yoga e conheça a si mesma por meio dos asanas (posturas) e pranayamas (técnicas de respiração).

Mulher, nunca se diminua. Você tem a força para alcançar os seus sonhos e ser feliz. E o Namu quer te ajudar nessa nova jornada. Os nossos cursos são ótimas oportunidades para você sair da zona de conforto e começar a desenvolver o autoconhecimento, essencial para uma vida mais plena e cheia de conquistas.