Como se autoconhecer? Essa é uma pergunta que poucas pessoas fazem durante toda a sua existência. Afinal, estamos sempre muito ocupados e pensando no amanhã e no futuro que nos aguarda, não é verdade?

Pensamos em coisas, em outras pessoas, em atividades, mas raramente pensamos sobre nós mesmos e sobre como nos sentimos. A falta do contato com o “eu”, muitas vezes, faz com que fiquemos com uma sensação de vazio e com uma falta de direcionamento em nossas vidas, o que definitivamente não é agradável.

No post de hoje, nós falaremos como você pode buscar o autoconhecimento. Ao longo deste texto, você terá o pontapé inicial que fará com que consiga conquistar novos patamares em sua vida.

Pronto para saber mais a respeito? Continue a leitura!

O autoconhecimento nas atividades cotidianas

Para se conhecer melhor, não é preciso de muita coisa. Aliás, quanto menos tarefas ou menos coisas você fizer, melhor.

O autoconhecimento normalmente surge nos nossos momentos de dificuldade e/ou nas situações em que passamos sozinhos, seja no lazer, no trânsito ou em outras atividades que são cotidianas.

O que você lê, assiste e faz frequentemente são algumas das pistas principais que demonstram parte da sua individualidade e do seu interior. Basta direcionar sua atenção para dentro para perceber, naquele breve momento, o seu nível de satisfação, os seus anseios e as suas ambições.

Frequentemente, as pessoas que realizam esse exercício de atenção interna passam a perceber que quase sempre elas buscam pela mesma coisa todos os dias. Muitas das vezes, essa busca é pela paz interior e pela satisfação pessoal, que varia para cada indivíduo.

O autoconhecimento por meio das atividades físicas

As atividades físicas são excelentes para o desenvolvimento do autoconhecimento. Com elas, aprendemos a ouvir o nosso corpo e a testar (e ultrapassar) os nossos limites.

Esses dois fatores fazem com que tenhamos uma maior noção da nossa capacidade para enfrentar adversidades e momentos de fraqueza, que, invariavelmente, aparecerão durante a nossa vida.

Fora isso, as atividades físicas ajudam o indivíduo a conquistar novos patamares que ele nunca alcançou: uma boa condição física ajuda a dar dimensão da grandeza e das suas potencialidades, que são apresentadas conforme os meses de treinamento.

O pilates e o yoga, por exemplo, são duas atividades que focam extensivamente no desenvolvimento pessoal dos seus praticantes. Desde o controle da respiração até a consciência corporal, essas duas práticas são capazes de “desabrochar” novos campos de atenção e de conhecimento.

Quem aprofunda seus conhecimentos no yoga consegue sentir, com clareza, quais são seus pontos de tensão e quais são as causas principais do seu estresse.

O relaxamento do corpo e da mente causado por essa atividade pode proporcionar mais produtividade no trabalho e uma maior sensação de bem-estar. De maneira semelhante, o pilates garante inúmeras vantagens para o corpo e para mente. Algumas dessas vantagens são o fortalecimento da musculatura, a diminuição do estresse e o aumento da consciência corporal, que é um dos focos desse exercício.

E você, ainda está à procura de autoconhecimento? Que tal iniciar uma atividade física ou saber um pouco mais sobre alimentação e vida saudável? Veja os nossos cursos que podem ajudá-lo nessa grande jornada rumo ao autoconhecimento!