O ballet blend, uma nova tendência fitness, associa coreografias do balé clássico com a ginástica localizada e coreografada. Essa atividade física tem despertado interesse em muitas pessoas por proporcionar bem-estar físico e mental, além de trazer muitos outros benefícios para os praticantes.

Para entender melhor sobre esse assunto, preparamos um post para explicar a você sobre essa nova maneira de manter a saúde em dia, divertir-se e, ainda, aprender coisas novas. Confira!

Surgimento do ballet blend

A criadora do método, bailarina, educadora física e de dança há mais de 20 anos, Anninha Martins, pensou na possibilidade de mais pessoas praticarem atividades físicas de uma forma prática e dinâmica.

Foi assim que surgiu a ideia de criar um curso com lições disponibilizadas ao público, por meio de videoaulas, o que facilita o acesso desse novo conceito de exercícios físicos.

Dessa maneira, surgiu a dança mesclada com ginástica, na qual os praticantes podem ver os bons resultados dessa modalidade e manter o corpo e a mente em equilíbrio. O método do exercício atrai a curiosidade do público por conter a musicalidade, delicadeza e a fluidez provenientes do balé clássico.

Benefícios dos praticantes do ballet blend

Auxilia na perda de peso

Por serem de dança, as aulas de ballet blend proporcionam aos participantes perda de 300 a 500 calorias em apenas uma hora de treino. As aulas podem ser realizadas de 2 a 3 vezes por semana, sendo que cada aula dura em média 1 hora e 15 minutos.

Vale lembrar, no entanto, que, para que haja a perda de peso, o aluno deve ser disciplinado e seguir corretamente as orientações das aulas, pois manter-se no peso ideal requer aliar uma alimentação saudável com as atividades físicas propostas.

Fortalece os membros superiores e inferiores

As aulas são estruturadas por níveis, o que possibilita a progressão dos movimentos e das sequências elaboradas. Entre os exercícios estão: agachamento, flexão de braço, prancha, adutores e abdominais.

Com isso, os membros superiores e os inferiores são fortalecidos e o abdômen e glúteos são trabalhados.

Melhora o alongamento

Além da dança, por ainda conter passos do balé clássico, seu corpo será favorecido por um completo alongamento, com vantagens como:

  • correção da postura;
  • recuperação da musculatura;
  • melhora da flexibilidade;
  • aprimoramento da elasticidade;
  • retirada das tensões dos músculos;
  • progresso da habilidade articular.

Aumenta a concentração e memória

O fato de a professora Anna guiar as aulas dando foco em frases motivacionais e positivas, na hora da explicação de cada movimento, traz mais que boa disposição física, proporcionando também a concentração, pois treina e melhora a memória do aluno.

Outro ponto importante que você encontra nas aulas é o uso da musicoterapia – utilização da música para melhorar as condições intelectuais e emocionais –, e também por meio de canções instrumentais e clássicas, favorecendo o relaxamento e o conforto.

Por fim, vale ressaltar que para praticar o ballet blend é importante que tenha autorização médica para realizá-lo, pois, apesar de ser uma atividade prazerosa e lúdica, é também uma atividade física.

Agora que você já conheceu um novo estilo de balé, curta nossa página do Facebook e saiba mais sobre outros assuntos importantes para sua saúde e bem-estar mental e físico. Também não deixe de conferir o curso da Anninha Martins Ballet Blend – Balé como exercício físico.