Não é fácil definir yoga em poucas linhas. A palavra origina-se do sânscrito e significa, essencialmente, unir e integrar. Na verdade, o objetivo maior é unir corpo e mente e chegar ao equilíbrio ideal. A prática trabalha a flexibilidade, a postura e a concentração e, por isso, é cada vez mais vista como uma alternativa de atividade física.

O yoga iniciante pode começar por posições mais simples que tornem a atividade mais fácil e menos complexa para aqueles que nunca a praticaram. Assim, é possível uma adaptação mais rápida a essa nova experiência.

Quais são os benefícios do yoga?

O yoga proporciona vantagens ao praticante que vão muito além de atividade física e equilíbrio mental. Ele atua na estética corporal, além de garantir benefícios variados, que melhoram muito o bem-estar e a concentração do praticante.

Confira, a seguir, os principais benefícios da prática do yoga:

  • melhora as dores na coluna devido a asanas, que beneficiam a boa postura;
  • proporciona condicionamento físico e estética corporal;
  • contribui com a manutenção de uma boa saúde;
  • ajuda na perda de peso;
  • atua na melhora de enfermidades respiratórias;
  • diminui a ansiedade;
  • melhora o sono;
  • fortalece o sistema imunológico;
  • desenvolve a concentração;
  • fortalece os músculos;
  • atua no alongamento articular;
  • contribui para o autoconhecimento e paz interior;
  • melhora a disposição geral e qualidade de vida.

Yoga iniciante – como e quando começar a praticar?

Qualquer pessoa pode praticar yoga, visto que se trata de uma prática que não possui contraindicações. Pode ser praticado por indivíduos de qualquer faixa etária, sejam eles crianças, jovens, adultos, gestantes e pessoas da terceira idade.

No entanto, é necessário que, inicialmente, seja feita uma anamnese detalhada, onde será possível avaliar as características físicas de cada praticante. É muito importante também que as pessoas saibam suas necessidades e limitações.

Vale ressaltar que quem possui problemas de saúde, como pressão alta, enfermidades cardíacas, dores crônicas, entre outras, deve consultar um médico antes de iniciar a prática.

Como são as aulas para iniciantes?

As aulas para quem nunca praticou yoga começam por posições mais simples. Os asanas, que são as posições do yoga, são executados mais vagarosamente, com muita atenção, mas sem tensão. Isso torna tudo bem mais tranquilo e fácil.

Você pode começar a praticar o yoga em casa, por meio de cursos online indicados para os praticantes iniciantes.

Então, se você deseja começar, siga algumas dicas de especialistas para obter sucesso nessa nova atividade. Confira!

1. Respeite seus limites

As atividades devem começar aos poucos, respeitando sempre seus limites. A flexibilidade e a força são qualidade físicas que são conquistadas aos poucos, com o tempo e a prática.

2. Observe sua respiração

A respiração é muito importante para sua evolução na prática de yoga. O praticante iniciante precisa prestar atenção desde o início nesse fator essencial na atividade. Ela deve ser consciente, profunda, vagarosa e ritmada durante a execução dos asanas.

3. Antes de começar, consulte seu médico

É muito importante frisar que pessoas que possuem algum problema de saúde crônico, antes de optarem por essa prática, devem consultar seus médicos. Assim, será possível definir os asanas mais indicados e em qual nível o praticante deve se encaixar.

4. Tenha paciência

Na verdade, o yoga trabalha também o equilíbrio da mente, controlando a ansiedade e o estresse que a maioria das pessoas carrega por conta da vida agitada. Por isso, para começar, tenha serenidade: os resultados surgem aos poucos.

É um processo que evolui gradualmente, dia após dia, e muitas vezes os progressos são imperceptíveis. Daí a importância de o praticante se auto-observar e ter pensamentos tranquilos enquanto pratica o yoga.

E então, gostou deste post sobre yoga iniciante? Deixe um comentário neste texto e compartilhe com a gente a sua opinião e suas dúvidas sobre o assunto!