Em meio aos dias corridos e estressantes da atualidade, a prática da yoga se tornou querida e praticamente obrigatória para algumas pessoas conseguirem manter a cabeça em ordem. Muitos atribuem a yoga a capacidade do autocontrole, da calma e da serenidade.

Sendo assim, vale a pena incorporar essa atividade na sua rotina, já que ela faz bem para o corpo e para a alma. Seu problema é a falta de tempo para fazer aulas de yoga na academia? Então, saiba que é perfeitamente possível praticar a atividade na sua própria casa, no horário de sua preferência. Afinal, as posturas têm a função de agregar positividade à sua qualidade de vida e não deixar seu dia a dia mais exaustivo.

Quer saber tudo sobre como fazer yoga em casa? Continue a leitura e conheça nossas 5 dicas para começar agora mesmo.

Determine o espaço

O primeiro passo é encontrar o lugar certo para você fazer yoga em casa. É importante que seja um ambiente amplo, para facilitar os movimentos. Outro aspecto que deve ser considerado é a tranquilidade e o silêncio do local, elementos essenciais para a concentração que a prática exigirá de você.

O próximo passo é organizar o ambiente. Adquira uma esteira própria para yoga, que você pode encontrar em lojas de esportes. Outra opção é customizar um pedaço longo de borracha EVA.

Delimite o tempo disponível

Agora, é hora de pensar em por quanto tempo você vai se dedicar à atividade, qual será o horário da prática e quantas vezes por semana você vai conseguir se exercitar. É interessante estabelecer essas metas iniciais, pois isso ajuda na disciplina e na organização do seu tempo.

Entretanto, seja flexível e comece devagar. Ir com muita sede ao pote e depois não conseguir cumprir os objetivos pode causar desânimo e frustração. Inicie com uma rotina simples de exercícios, testando diferentes horários até encontrar a forma ideal de praticar yoga.

Adote a prática da meditação

A meditação é um excelente complemento ao exercício da yoga. É uma oportunidade de esvaziar a mente e de afastar o turbilhão de informações e preocupações que nos afligem todos os dias. Promovendo a autopercepção, a prática faz com que possamos nos reconectar com o nosso interior.

Estabeleça um ritual. Quando terminar os exercícios de yoga, proponha-se a meditar por alguns minutos — comece devagar, com 2 a 3 minutos por dia. Conforme for se sentindo mais confortável, aumente o tempo. Mas, para a meditação, a frequência é mais importante do que a duração. Portanto, tente meditar um pouco todos os dias.

Aposte na simplicidade e na consistência

Não se cobre se não conseguir fazer exercícios super elaborados. Da mesma forma, evite se frustrar e se desmotivar preocupando-se com metas específicas. Para realmente desfrutar de todos os benefícios que a yoga pode te trazer, pense no longo prazo.

Afinal, essa é uma prática que deve ser feita de forma constante. É preferível que você tenha uma rotina simples e frequente, dentro do seu tempo e das suas limitações — assim, você se conhece melhor e entende o seu corpo. Tenha paciência! Respire fundo e entenda que nada acontece de um dia para o outro.

Faça aulas online

Alguns exercícios de yoga podem parecer um tanto complicados de serem repetidos. Nesse momento, pode bater uma insegurança de estar fazendo alguma posição errada. Para esses casos, aulas e cursos online são a solução.

Cursos de yoga online vão te guiar a um desempenho melhor e, depois, te ensinarão a evoluir para práticas mais complexas. Isso vai te deixar mais confiante para seguir em frente. Outra vantagem é que eles são flexíveis em relação aos horários.

No curso Yoga básico: desenvolvendo o equilíbrio emocional, por exemplo, você trabalhará o desenvolvimento de habilidades internas. Com a ajuda do professor Anderson Allegro, você verá o passo a passo de técnicas de respiração, as quais ajudam na reeducação muscular e na absorção de oxigênio, além de como relaxar e descontrair cada parte do corpo.