O Iyengar Yoga pode ser a escolha ideal para aquelas pessoas que se sentem intimidadas pelas posições complexas, que são comumente apresentadas em outras vertentes.

Diferente das outras linhas de yoga, o Iyengar Yoga tem como principal objetivo fazer com que qualquer pessoa consiga realizar a atividade, o que inclui iniciantes, pessoas que estão no sedentarismo e até mesmo indivíduos que possuem leões ou algum tipo de impedimento físico.

Ao longo deste post falaremos um pouco mais sobre essa modalidade de yoga criada por B. K. S. Iyengar. Pronto para saber mais a respeito? Confira:

Sobre o Iyengar Yoga

O Iyengar Yoga é uma vertente que procura aumentar o acesso das pessoas a essa técnica milenar. Baseada nos ensinamentos de B. K. S. Iyengar, essa prática de yoga é voltada, principalmente, para o alinhamento correto do corpo unindo a respiração, a consciência corporal e a plenitude mental.

O uso de objetos para facilitar a prática como cintos, blocos, elásticos e cordas é uma das razões que torna o Iyengar uma linha acessível e inclusiva.

Os benefícios do Iyengar Yoga

Tônus muscular, aumento da força, aumento da flexibilidade, melhora na postura, mais disposição e energia, maior rendimento físico, promoção da sensação de bem-estar e da tranquilidade são apenas alguns dos benefícios da prática.

Pessoas que sofrem com lesões e dores no corpo também podem sentir uma melhora considerável ao longo da prática regular do Iyengar Yoga, principalmente se o problema físico tiver como origem algum desequilíbrio muscular.

Como nessa modalidade é permitido o uso de apoios, para que o aluno consiga manter o asana sem grandes dificuldades, o rigoroso cuidado com as posições e a utilização desses objetos é o que faz com que o Iyengar Yoga tenha uma excelente função terapêutica.

Algumas dicas e algumas posturas para quem está começando

Muitas pessoas observam as posturas de yoga e acreditam que são muito simples ou que não são capazes de gerar um grande estímulo no corpo. Essa visão está equivocada e faz parte de alguns dos erros mais comuns.

Comece devagar

É provável que em muitos asanas você não consiga realizar o movimento com a amplitude completa. Também que não aguente segurar a posição por muito tempo, o que é normal.

Somente durante a prática é possível visualizar em qual região estamos mais fracos e em que precisamos ter mais atenção.

Não se esqueça que, como qualquer outra atividade física, o ideal é começar pelo nível mais leve. Mesmo que isso pareça um contrassenso, muitos praticantes se aventuram com aulas mais avançadas logo no início. Saiba que esse não é o objetivo do Iyengar Yoga, e caso persista é provável que sinta dores e não consiga completar a aula.

Dedique um tempo para cada asana

Também é importante seguir uma sequência de asanas estruturada com um tempo predeterminado para cada postura. Por natureza, as aulas de Iyengar Yoga já seguem esse padrão, mas muitos alunos são vistos realizando posições de maneira aleatória.

Mesmo que essa escolha seja possível, é preciso ter em mente que para melhores resultados é preciso seguir um cronograma específico. Além de entender melhor os benefícios de cada asana, dessa forma é possível realizar a prática com mais proveito e naturalidade.

Atente-se para algumas posturas básicas

Para finalizar, podemos citar algumas das posturas que você certamente deve conhecer. São elas: “criança”, “flexão para frente em pé”, “flexão para frente sentado”, “gato-vaca” (apesar do seu nome peculiar, esta é uma excelente asana) e “cachorro olhando para baixo”.

Lembre-se de não extrapolar seus limites durante a realização dessas posturas e, caso você precise de algum apoio ou auxílio, não deixe de utilizá-lo. Além disso, é essencial que procure um professor ou um curso online antes de iniciar sua prática.

Gostou do post? Ficou com alguma dúvida ou tem alguma coisa a dizer? Compartilhe suas experiências nos comentários abaixo! Também não deixe de conhecer nosso curso online Iyengar yoga: asanas energizantes, corpo firme e mente estável.