A rotina é sempre a mesma: acordar cedo, ir para o trabalho e voltar para casa dormir. Isso sem contar com a vida das pessoas que são casadas e têm filhos. Um tanto pesado, não? Na verdade, muitas vezes, o problema não está no trajeto em si, mas no que acontece no decorrer do dia. Por exemplo, você já reparou o quanto é incômodo ficar a tarde inteira sentado na mesma posição? Muitos não sabem, mas, além de se tornar um enfado, trabalhar o tempo todo na cadeira pode prejudicar a saúde.

Transtornos ligados à falta de movimentação são problemas atuais. Funcionários de escritórios têm tudo na mão: telefone ao lado do computador, gaveta com a própria comida, tudo está ao seu redor e a sua disposição. A não ser que a pessoa precise ir ao banheiro, não é tão comum levantar várias vezes para se alongar.

Se não for preguiça, há também aqueles chefes que não permitem que seus funcionários levantem para se exercitar. Se esse for o seu caso, converse com ele e explique. É muito mais proveitoso uma pessoa relaxada do que alguém tenso e estressado. Então, sabe aquele papo de levantar a cada hora? Siga à risca!

O que fazer?

Levante da cadeira, alongue a coluna, os braços e as pernas. Converse com o colega, vá ao banheiro ou até o galão de água, só não fique parado por muitas horas. A falta de movimento pode trazer consequências sérias a longo prazo. Confira algumas delas:

  • Sedentarismo
  • Problemas cardíacos
  • Dores na coluna (má postura)
  • Estresse
  • Tensão muscular
  • Obesidade
  • Má circulação
  • Inchaço
  • Varizes
  • Falta de flexibilidade
  • Falta de concentração
  • Mente cansada
  • Fadiga
  • Diabetes tipo 2

Parece bobagem, mas realmente é verdade: é possível contrair os problemas citados acima, por isso a recomendação médica é manter o corpo em movimento. E agora que já sabe da importância de levantar da cadeira, saiba o que pode fazer para amenizar o desconforto de quando fica sentado.

Como sentar na cadeira?

Não é novidade que há um jeito certo para se sentar na cadeira. Em entrevista ao Namu, Maria Luiza, educadora física e fisioterapeuta, relata que é imprescindível dar atenção a três pontos do corpo humano: joelhos, articulação coxofemoral e tornozelos. As três articulações devem estar no ângulo de 90°. A cabeça e o pescoço também devem estar nesse ângulo, assim como a pélvis e as pernas. Os pés devem estar totalmente no chão.

Como prevenir problemas?

Exercícios simples podem ajudar a prevenir esses problemas. Posturas de pilates e yoga são uma alternativa para quem deseja ter mais qualidade de vida.

Relaxamento

Tem aqueles 15 minutinhos de intervalo? Vá até um local mais reservado e estenda o mat ou um colchonete. Deite com as costas encostadas no chão e relaxe. Permaneça na postura por algum tempo.

Cachorro olhando para baixo

Relaxou? Agora é a hora do aquecimento.

Fique na posição de quatro apoios, com as mãos firmes no chão e paralelas. Em seguida, suba os quadris e deixe os braços e as pernas esticados. Deixe o pescoço solto e alongue a região. Permaneça algum tempo. Repita.

Postura do gato

Fique na posição de quatro apoios. Mantenha os joelhos e as mãos retos e na mesma linha. Em seguida, curve a coluna puxando o umbigo para dentro. Respire profundamente. Repita.

Postura da árvore

Fique em pé com a coluna e as pernas retas. Estique os braços para cima e una a palma das mãos. Em seguida, coloque uma das pernas sobre a outra. Respire profundamente. Repita.

Agora, se você não tem muito tempo para ficar longe da mesa, é possível fazer alguns movimentos sentados.

Torção de coluna

Sente na ponta da cadeira, ou na parte que estiver mais confortável, e deixe a coluna reta. Coloque os pés alinhados no chão e respire lentamente. Coloque as mãos nas costas da cadeira e vá girando a coluna lentamente para um lado e depois para o outro. Repita.

Retroflexão

Pés no chão e coluna reta. Coloque os dois braços para trás e entrelace os dedos. Desça os braços em direção ao chão e jogue a cabeça para trás. Respire e volte devagar. Repita.

Altar pose

Sente com a coluna reta. Em seguida, estique os braços e coloque-os em cima da cabeça. Una as palmas das mãos. Respire profundamente. Repita.

Paranayamas

Já ouviu falar em pranayamas? Essas técnicas de respiração podem ser realizadas em qualquer lugar, inclusive sentadas, e têm inúmeros benefícios. O nadi shodhana (narinas alternadas), por exemplo, harmoniza o corpo e a mente e proporciona sensação de bem-estar. Caso não tenha como praticar yoga no trabalho, opte por um pranayama.

Nadi shodhana

Fique sentado na cadeira com a coluna reta. Em seguida, coloque o dedão da mão direita sobre a narina direita. Inspire pela narina esquerda. Assim que os pulmões encherem, troque a narina. Obstrua a narina esquerda e expire pela direita. Inspire pela narina direita. Pulmão cheio, troque a narina e expire pela narina esquerda.

Faça devagar e sem pressa. Não se atente aos estímulos externos e concentre-se na prática. Repita cinco vezes, ou quantas vezes achar necessário.

Benefícios do yoga

Essas posturas podem até parecer pouca coisa, mas ao realizá-las com frequência sentirá todos os benefícios que o método pode te proporcionar, entre eles: aumento de flexibilidade, melhora da concentração e da memória, produtividade, fortalecimento do sistema imunológico, alívio do estresse e ansiedade, aumento da autoestima, aumento da consciência corporal, fortalecimento dos músculos e equilíbrio físico e mental.

Faça em casa

Gostou das posturas e quer estender a prática para a sua casa? Confira nossos cursos online de yoga e escolha o tipo que mais se adequa às suas necessidades.