A correria do cotidiano pode dificultar a nossa busca pelo equilíbrio e, consequentemente, nos afastar de ter uma vida saudável. Além de pouco tempo disponível, é comum receber cobranças de diferentes áreas (familiar, profissional e social), o que pode ocasionar estresse. Pode até parecer difícil conseguir lidar com tudo e ainda manter uma rotina de hábitos saudáveis. Mas com a prática de yoga e a osteopatia é possível ter bem-estar.

Tanto o yoga quanto a osteopatia são meios que podem ajudar na busca de uma vida melhor. Que tal conhecer a relação entre as práticas? Vamos lá!

Afinal, o que é a osteopatia?

A osteopatia é um tipo de tratamento criado por Andrew Taylor Still durante a guerra civil americana, no século XIX. Tem como objetivo tratar várias disfunções, sem auxílio de cirurgias ou remédios.

Ao contrário dos métodos convencionais, esse tipo de tratamento foca no paciente e não na doença. Para isso, a osteopatia utiliza diversas técnicas manuais com o objetivo de restaurar as funções de tecidos, como articulações e músculos.

Os benefícios são diversos:

  • corrigir a postura;
  • melhorar a circulação;
  • aliviar determinadas dores;
  • melhorar o funcionamento dos sistemas digestivo, circulatório, respiratório, linfático e imunológico.

Que doenças podem ser tratadas por ela?

De forma geral, com a osteopatia é possível cuidar de todo o sistema musculoesquelético (ossos, músculos e articulações). Assim, é possível tratar artrite, artrose, asma, tendinite, gastrite, escoliose, hérnia, entre outros tipos de lesão.

Por meio de técnicas não invasivas, a osteopatia utiliza as mãos para identificar os movimentos e tensões do corpo. O interessante é que pessoas de todas as idades podem consultar um profissional que realize a prática.

O que o yoga tem a ver com a osteopatia?

O yoga pode impulsionar os benefícios do tratamento osteopático, na medida em que também trabalha com a postura. Sua prática foca no equilíbrio e no engajamento entre corpo e mente, envolvendo sincronia da respiração e dos diferentes tipos de posturas. Por isso, a concentração é muito importante na realização das posições, trabalhada por meio de movimentos interligados em uma ordem preestabelecida.

Grande parte dos centros de terapia osteopata também oferece cursos de yoga, por ser uma técnica que complementa o tratamento. Dessa maneira, a integração entre ambas as técnicas potencializa os efeitos benéficos para o corpo.

Quais são os benefícios do yoga?

A prática regular de yoga tem se tornado cada vez mais procurada pelas pessoas e é comprovadamente benéfica, porque é capaz de:

  • acalmar a mente;
  • elevar a frequência cardíaca;
  • exercitar o autoconhecimento do corpo;
  • melhorar a flexibilidade;
  • melhorar a postura;
  • prevenir dores nas articulações;
  • treinar a sua capacidade de foco.

O melhor de tudo é que esses são apenas alguns dos benefícios possíveis. A prática do yoga é positiva para o corpo e a mente, podendo ajudar no tratamento de várias doenças, como problemas de sono, depressão ou vícios de postura.

Para quem se perguntava o que é a osteopatia, saiba que associar as duas técnicas pode ser extremamente gratificante, garantindo bem-estar e uma vida mais saudável. Surpreenda-se com estas práticas!

Você curtiu este artigo sobre a relação entre osteopatia e yoga? Continue com a visita em nosso blog conheça as principais diferenças entre yoga e meditação. Até a próxima!