Todo mundo sabe que se exercitar faz bem para o corpo e para a mente. Ainda assim, muita gente alega não ter tempo ou dinheiro para se dedicar a uma atividade física, sem levar em conta que alguns exercícios são gratuitos e podem ser feitos de casa.

yoga, por exemplo, é uma ótima atividade para praticar no conforto do lar. Os benefícios dessa prática podem ser sentidos a curto e longo prazo e são ótimos para proporcionar o bem-estar que o nosso corpo tanto precisa.

Pensando nisso, separamos 5 posições de yoga fáceis de fazer em casa. Dessa forma, você conseguirá manter o equilíbrio entre o corpo e a mente, principalmente nos dias mais estressantes e cansativos. Confira!

Dobra para frente

Esse é um excelente exercício para melhorar a concentração, o alongamento muscular e trabalhar o controle sobre a respiração. A posição é muito simples de fazer:

  • De pé, abra as pernas bem além da direção dos ombros e mantenha os joelhos levemente flexionados.
  • Mova o seu tronco em direção ao chão.
  • Com os cotovelos em 90º, envolva as mãos nos calcanhares.
  • Mantenha a posição por 15 segundos controlando a respiração.
  • Volte a ficar ereta.

Balanceamento de mesa

Um exercício excelente para trabalhar a coordenação motora e o equilíbrio. Fortalece bastante a região do core, localizada nas áreas abdominal e lombar. Também é um exercício de fácil execução e você vai precisar de uma esteira ou de um colchonete para se apoiar.

  • Apoie, no chão, os joelhos e as mãos, que devem estar bem abertas.
  • Os braços devem estar esticados e na direção dos ombros.
  • Agora você deve retirar do solo uma das mãos e a perna oposta (por exemplo, se você remover a mão direita, erga a perna esquerda).
  • Braços e pernas devem estar esticados ao máximo.
  • Faça o movimento repetidas vezes de forma alternada para exercitar todos os membros.

Prancha

Essa posição é bem conhecida, principalmente por quem pratica academia ou pilates. Ela é bem parecida com a anterior, também fortalece a região do core e proporciona força ao corpo. É muito importante se concentrar para manter uma boa respiração.

  • Apoie, no chão, os joelhos e as mãos, as quais devem estar abertas.
  • Agora, apenas as mãos e as pontas dos pés devem tocar o chão.
  • O resto do corpo deve permanecer reto.
  • A inspiração deve ser profunda e a expiração, pela boca.

Encarando chão

Certamente você já deve ter visto essa posição em algum cartaz ou propaganda de aulas de yoga, visto que ela é bastante popular. Esse é um movimento excelente para aqueles que possuem encurtamento da parte posterior do corpo. O exercício trabalha também a flexibilidade do peitoral e dos ombros.

  • Pés e mãos devem estar no chão.
  • O corpo deve ficar no formato de um triângulo.
  • O quadril é o vértice desse triângulo.
  • Os joelhos devem estar semiflexionados.
  • Empurre o chão com as mãos e empine o bumbum o máximo que puder.

Torção deitada

Essa é uma posição bastante relaxante, que ajuda no alongamento do corpo como um todo. Você pode fazê-la num dia muito cansativo para aliviar os músculos de possíveis tensões.

  • Deitada de costas, em um colchonete, erga as pernas acima do corpo e una-as.
  • Elas devem fazer um ângulo de 90º com o tronco.
  • Agora, os joelhos devem ficar numa posição de 90º.
  • Puxe o ar profundamente e, enquanto expira, vire as pernas flexionadas para um lado, mantendo o tronco no mesmo lugar, o máximo que puder.
  • Respire 20 vezes e leve as pernas para o outro lado.

Os braços devem ficar esticados e apoiados ao lado do corpo para ajudar na fixação do tronco durante o movimento. Essa é uma das posições mais práticas do yoga.

Para saber mais sobre outras posturas de yoga conheça o curso Vinyasa yoga e os chacras. Além de ensinar movimentos que ajudam a ter mais flexibilidade, serão trabalhados os conceitos de chacras e suas cores, os quais contribuem para harmonizar as partes física, mental e emocional do corpo.