Em um mundo cada vez mais complexo, a manutenção da saúde física e mental se tornou um desafio vital frente à intensidade do cotidiano e ao acúmulo de tarefas. Pessoas, imersas em uma rotina desgastante, têm a sua capacidade de manter o foco ainda mais comprometida. Por isso, exercícios de yoga que estimulam a concentração são uma ótima alternativa para auxiliar a reduzir o estresse e a centralizar a atenção.

Neste post, você entenderá como a prática de yoga colabora para fortalecer e aprimorar a capacidade de concentração, por meio de alguns exercícios e práticas. Lembre-se que sua qualidade de vida é o seu maior bem, portanto, jamais a negligencie.

Os benefícios da yoga na concentração

A origem ds yoga se deu na Índia, há mais de 5.000 anos, e a prática ganha mais força na atualidade. Através da disseminação do conhecimento que o bem-estar físico e mental estão diretamente relacionados, os benefícios da prática de yoga são cada vez mais almejados pelas pessoas.

Além de manter o corpo saudável, ativo e tonificado, os benefícios da yoga refletem, também, no âmbito mental e emocional dos praticantes. A melhora da concentração, do foco, do relaxamento, da autoestima e da estabilidade emocional são respostas claras dos exercícios recorrentes dos asanas e da respiração.

Na prática, o ensinamento da yoga tem um resultado bastante positivo, visando a integração de corpo e mente e focando no momento e no estado presente. A concentração estimulada pelos exercícios de yoga é uma ferramenta que aprofunda essa integração e permite que a prática meditativa seja complementar aos asanas.

Exercícios de yoga que estimulam a concentração

Para que você desfrute das vantagens da prática de yoga, mantenha a disciplina, realizando cotidianamente os exercícios, a fim de estimular o seu corpo e a sua mente da melhor forma. Acompanhe as sugestões de exercícios que separamos para você.

1. Pranayama (exercícios de respiração)

Respirar de maneira concentrada é que se exige neste exercício. Ao se concentrar em pranayama, a mente foca exclusivamente no processo de inspirar e expirar.

Há, ainda, algumas variações possíveis na execução do pranayama: o sama vritti pranayama pressupõe o uso das duas narinas, enquanto o nadi shodhana requer o bloqueio manual de uma das narinas para a inspiração, alternando com o bloqueio da outra para a expiração.

2. Trataka (prática de meditação)

O movimento consiste em sentar-se com a coluna ereta, em frente a uma vela acesa, focando em entoar mantras, repetidas vezes, com os olhos cerrados. Após um tempo concentrando-se em um único pensamento, abrir os olhos e permanecer focado na chama da vela. O exercício endossa vibrações positivas que contribuem para um melhor equilíbrio entre corpo e mente.

3. Surya Namaskar (saudação ao sol)

A saudação objetiva exercitar o corpo e liberar a mente de tensões e frustrações que estejam bloqueando seu foco, aumentando a resistência física. Trata-se da execução de uma sequência de posições, cada qual com seu mantra específico, que celebra o sol enquanto deidade.

4. Dhanurasana (Posição de arco)

O movimento demanda do corpo a permanência em uma posição de arco, a partir da cadência da respiração. Com o corpo deitado de barriga para baixo, dobre as pernas, segure seus tornozelos com as mãos, inspire e erga peito e pernas. A posição demanda estabilidade sobre o abdômen, por cerca de 20 segundos.

5. Sarvangasana (postura da vela)

Este asana é considerado a “mãe dos asanas” pela quantidade de benefícios que proporciona. Apoie os ombros no chão e mantenha o corpo ereto, segurando a coluna com as duas mãos e apontando os pés para o teto. Permaneça o quanto conseguir nessa posição invertida.

Ela estimula o sistema imunológico, o metabolismo, o sistema circulatório, os rins e o cérebro. Melhora o sono, a clareza mental, a visão, a audição e o rejuvenescimento celular. Com efeito, permanecer alguns momentos nesse asana, diariamente, será de grande valia para qualquer praticante.

Os exercícios de yoga que estimulam a concentração são uma ótima alternativa à correria do cotidiano, promovendo mais domínio sobre o foco das tarefas rotineiras. Que tal experimentar? E você, acha que essas posições podem inspirar outras pessoas a se iniciarem na prática do yoga? Então compartilhe nosso post em suas redes sociais e não se esqueça de conferir nossos cursos online de yoga.