De fato, precisamos de oxigênio para sobreviver. Esse elemento químico entra em nossas células pela respiração e é carregado para todos os tecidos com a ajuda da hemoglobina, proteína presente no sangue. Mas, afinal, você sabe respirar corretamente?

Visto por muitos como uma atividade completamente involuntária, a respiração pode (e deve) ser condicionada de maneira correta. Até porque a maioria das pessoas respira de forma errada, o que prejudica as reações executadas pelo organismo e traz uma série de malefícios para a saúde.

Pensando nisso, veremos neste post quais são os principais problemas causados pela má respiração, além de algumas dicas para respirar melhor e ganhar mais qualidade de vida em seu dia a dia. Continue a leitura para conferir.

Quais são os impactos de uma respiração inadequada para a saúde?

Aumento do estresse

Quando estamos estressados, uma respiração correta nos ajuda a equilibrar o emocional, deixando-nos mais tranquilos. Várias técnicas de respiração, inclusive, são muito utilizadas no yoga e no pilates para potencializar essa conexão entre o físico e a mente.

Falta de energia

Respirar errado traz ainda outra consequência séria para o nosso dia a dia: nos deixa muito cansados. Como o corpo não recebe todo o oxigênio de que precisa, os níveis de energia se tornam cada vez mais baixos, e nossa produtividade cai consideravelmente.

Baixa concentração

É muito mais difícil se concentrar quando se respira errado. E a razão para isso é bem simples: assim como outros órgãos, nosso cérebro é altamente oxigenado. Respirar bem, portanto, é fundamental para arrasar nos estudos e na vida profissional.

Acúmulo de toxinas no organismo

Além de oxigenar os tecidos do nosso corpo, a respiração auxilia a excreção de toxinas que são nocivas quando acumuladas, podendo prejudicar nossos órgãos. Por isso, respirar adequadamente é importantíssimo para evitar problemas em vários sistemas, como o digestivo, o cardiovascular, o próprio respiratório e até trazer malefícios para a nossa pele e unhas.

Sono de má qualidade

O cansaço extremo e os níveis de estresse avançados, de que já falamos, podem ainda trazer problemas relacionados ao sono, gerando um efeito cascata difícil de conter.

Como podemos respirar corretamente?

Agora que você entende a importância de uma boa respiração, chegou o momento de descobrirmos técnicas interessantes para isso, evitando os problemas mencionados no tópico anterior. Confira os principais passos para uma boa respiração diafragmática:

  • posicione as suas mãos sobre a “boca do estômago”;
  • inspire o máximo de ar que puder, utilizando o seu nariz;
  • observe a expansão do seu abdômen, que se enche de ar;
  • expire lentamente pela boca, desinchando a barriga.

Essa respiração feita com o diafragma e o nariz é a mais eficiente para oxigenar o corpo da maneira certa. No começo, pode ser um pouco difícil — nesses casos, tente realizar o exercício deitado com a barriga para cima. Assim, pouco a pouco o hábito se tornará mais simples.

Enfim, como podemos observar, respirar corretamente não é nada difícil, e pode trazer uma série de vantagens para o seu organismo. Outra maneira de aprender a controlar a respiração é investir em cursos de yoga ou pilates, ganhando muito em qualidade de vida. Seja como for, você sai ganhando em energia, saúde e bem-estar.

Gostou do post? Então, aproveite para compartilhá-lo nas redes sociais e ajude também os seus amigos. Também não deixe de conhecer o curso da professora Tamara Russel Mindfulness: meditação em movimento. As aulas são compostas por exercícios que trabalham a respiração, ajudando a ter foco no presente e a manter o equilíbrio entre o corpo e a mente.