Por ser considerada um dos males do século, a ansiedade tem sido alvo da precaução de todos, em especial de quem vive nas grandes capitais. Sintomas como inquietação, angústia, mal-estar, insegurança e preocupação constante acabam sendo bastante prejudiciais à saúde.

Além disso, interferem na qualidade de vida e até mesmo nos estudos, emprego, relacionamentos, entre outros. Por isso, é muito importante buscar informação para saber identificar os seus sinais e procurar ajuda antes que o quadro se agrave.

Se você também deseja manter um maior equilíbrio na sua vida, confira a seguir 5 dicas que podem ser úteis para controlar a ansiedade.

1. Invista na prática de exercícios físicos

Uma das melhores indicações é incluir atividades físicas na rotina, adquirindo hábitos mais saudáveis. Assim, a oxigenação do cérebro e a produção de endorfina e serotonina — hormônios responsáveis pela regulagem do corpo e sensação de prazer — são estimuladas.

Por isso, a recomendação é encontrar um exercício que seja prazeroso para a mente e, ao mesmo tempo, faça bem para o organismo. Atividade aeróbicas como correr, caminhar ou pedalar ao ar livre, por exemplo, são ótimas opções para conseguir distrair a cabeça e movimentar o corpo.

2. Trabalhe a sua respiração

Controlar a respiração é fundamental para relaxar e equilibrar as reações do sistema nervoso. Como a ansiedade é capaz de causar um certo desespero involuntário, investir em técnicas que permitam maior autocontrole pode ser muito benéfico. Inspirar e expirar com calma faz com que o corpo relaxe, além de atenuar sintomas como taquicardia, tremores e a respiração ofegante.

3. Afaste os maus pensamentos

Pode ser difícil esquecer, mesmo que por alguns momentos, das preocupações que insistem em rondar a nossa cabeça, mas está longe de ser impossível. Essa atitude é tão importante que deve ser mesmo tratada como um objetivo de vida: substituir os pensamentos negativos por ideias e imagens que te tragam conforto e bem-estar.

Se for necessário, converse com pessoas próximas ou procure ajuda profissional para lidar com o problema. Muitas vezes, contar com o apoio de outra pessoa nos faz enxergar as coisas de outra maneira, sem sofrer por antecipação ou descobrindo novos caminhos para superar os contratempos.

4. Fique de olho na alimentação

Não é conversa de médico ou nutricionista que uma alimentação equilibrada e nutritiva interfere em todas as áreas da saúde. De fato, priorizar a qualidade dos alimentos faz toda a diferença, inclusive para conter a ansiedade excessiva.

As substâncias estimulantes, como a cafeína, devem ser consumidas com muita cautela. Enquanto isso, ingerir fontes de aminoácidos como triptofano, taurina e glutamina pode aumentar os neurotransmissores conhecidos como GABA — utilizados pelo organismo para controlar a ansiedade.

Chás de plantas com suaves propriedades sedativas também podem ser uma boa alternativa, antes de dormir ou em momentos de pico de tensão. A camomila e a passiflora estão entre as mais conhecidas.

De qualquer forma, é sempre bom ter o acompanhamento de um profissional para montar uma dieta adequada, assim evitando excessos ou deficiências nutricionais que sejam prejudiciais.

5. Preencha o dia com atividade prazerosas

Essa prática será fundamental para reduzir as causas do estresse diário, ou pelo menos desviar o seu foco. O tempo livre e ocioso tende a ser como uma porta de entrada para desenvolver a ansiedade.

Em vista disso, o ideal é tentar ocupar o dia com atividades que não sejam apenas as relacionadas ao trabalho, estudo e outras obrigações que você possa ter. É importante dedicar um tempo para si mesmo, fazendo alguma coisa que traga alegria e prazer.

Por exemplo, algumas pessoas investem em massagens terapêuticas, yoga, meditação, acupuntura e até mesmo um hobby, como a culinária ou artesanato. Na internet é possível encontrar cursos online em áreas diversas que oferecem conteúdo de qualidade.

E você, é uma pessoa ansiosa? Acha que as dicas acima conseguem ajudar a controlar a ansiedade? Se você possui alguma outra a adicionar, deixe um comentário e compartilhe sua experiência!