A massagem tem sido praticada há milhares de anos e hoje existem diversas opções com pressões, movimentos e técnicas diferentes. Apesar de todas elas envolverem manipulação de músculos e outros tecidos com as mãos, cotovelos, antebraços e até pés, cada uma possui uma indicação diferente.

Montamos este artigo com 6 tipos de massagem e seus benefícios. Após a leitura, você saberá qual técnica escolher para se recuperar daquela dorzinha, ficar mais bonita ou se prevenir de algum desconforto. Confira.

1. Shiatsu

Com raízes na medicina chinesa, o shiatsu é um dos tipos de massagem que envolvem pressões localizadas usando os dedos, mãos e cotovelos em pontos específicos do corpo, a fim de melhorar o fluxo de energia e ajudar na recuperação do equilíbrio.

Ela é frequentemente feita em uma esteira no chão ou em uma mesa de massagem baixa. Suas principais indicações são para a redução do estresse, artrite, insônia, dores nas costas e pescoço, e até problemas de sinusite. Além de promover a recuperação de lesões e estimular o sistema digestivo.

2. Detox Drenante

Se você muitas vezes se sente inchada, essa é uma boa opção de massagem. Combinando técnicas da massagem drenante manual com a massagem terapêutica oriental e ainda massagem relaxante, ela equilibra as funções metabólicas e reduz o inchaço do corpo.

Além disso, os ativos usados na técnica são derivados de substâncias marinhas, potencializando os efeitos e ainda reduzindo a flacidez. Dessa maneira, se você está buscando uma massagem para ficar mais bonita e mais saudável, essa é uma boa pedida.

3. Desportiva

Desenvolvida para prevenir e tratar lesões, melhorar a flexibilidade e o desempenho atlético, a massagem desportiva pode ser usada por atletas de todas as habilidades para se preparar ou recuperar de eventos e competições. Mesmo se você não é um atleta, ela também pode ajudar com as dores musculares e dar mais disposição para o dia a dia.

A ideia por trás dessa massagem é manipular os tecidos moles do corpo e concentrar-se em determinados grupos musculares, dependendo de qual esporte o atleta joga. Este tipo de massagem pode ajudar no aumento do fluxo sanguíneo, amplitude de movimentos e flexibilidade.

4. Ayurvédica

Essa massagem de origem indiana data mais de 7000 anos atrás e tem como diretrizes o englobamento de tratamentos metais, psicológicos e físicos. A técnica é normalmente realizada no chão (num tatame) e é tiro e queda no alívio de dores e tensões.

Usando as mãos, cotovelos e pés, o terapeuta estimula tanto os músculos como a circulação, liberando toxinas. O resultado é um realinhamento postural, redução de dores, fortalecimento do sistema inume, combate à depressão e diminuição do estresse.

5. Reflexológica

Se você gosta de uma boa massagem nos pés, a reflexológica é a melhor para você. Usando os dedos e os nós das mãos, o terapeuta promove o relaxamento e a “a cura do corpo”. Isso porque a reflexologia é baseada em áreas das mãos e dos pés cuja energia está ligada a órgãos e outras partes do corpo.

Desse modo, é possível equilibrar seu sistema nervoso e estimular endorfinas, reduzindo o estresse e alguns desconfortos. Ela é uma terapia profundamente relaxante, especialmente se você anda cansada com a correria do dia a dia.

6. Tântrica

A tântrica é um tipo de massagem que utiliza a energia sexual para alcançar um estado mais elevado de consciência. Por meio de toques sensuais específicos ao longo de todo o corpo, o terapeuta é capaz de despertar uma energia antes dormente que permite que dores físicas e mentais desapareçam.

Como outros tipos de massagem, ela pode ser muito relaxante, aliviar a dor física, medos emocionais e culpa. Além disso, também pode elevar a autoestima e ajudar você a se tornar uma pessoa mais completa e capacitada.

Independentemente do seu objetivo, sempre existirão diversos tipos de massagem para você escolher e ao fazer deles algo regular, associados a uma alimentação equilibrada, você terá muito mais saúde e qualidade de vida.

Esperamos que esse artigo seja útil para você e te motive a buscar essas terapias incríveis. Se gostou e quer se manter atualizada em conteúdos como esse, curta nossa página no Facebook, siga-nos no Instagram e Twitter e se inscreva no nosso canal do YouTube. Não se esqueça de conhecer nossos cursos online de gastronomia, yoga e pilates.