Ser feliz, realizado e bem equilibrado é um dos aspectos que refletem uma vida com bem-estar, algo que muitos desejam conquistar, mas enfrentam diversos obstáculos para conseguir.

Essa dificuldade acontece, geralmente, porque o foco das atitudes não está sobre os chamados pilares da qualidade vida. Ao transformar esse quadro, quando os tais hábitos estejam voltados a esses alicerces vitais, a pessoa se sente mudada de forma positiva e natural.

Quer saber como? Confira no post de hoje quais são os 5 pilares da qualidade de vida e saiba como identificá-los e melhorá-los a partir de boas práticas, que podem ser executadas no dia a dia. Boa leitura!

Os 5 pilares da qualidade de vida

Existem alguns indicadores que, quando valorizados e trabalhados devidamente, promovem o bem-estar e a elevação da autoestima, deixando a vida recheada de motivação e harmonia. Esses são os ditos pilares da qualidade de vida, conforme você verá a seguir.

1. Alimentação saudável

Os alimentos são a fonte de energia de que precisamos para realizar nossas atividades diárias e abastecer a demanda nutricional exigida por nosso corpo.

Portanto, a alimentação baseada em uma dieta equilibrada é extremamente importante para a manutenção da saúde física e mental de qualquer pessoa.

De forma geral, frituras, comidas industrializadas e alimentos excessivamente calóricos devem ser trocados por aqueles que realmente fazem bem para nós, como verduras, alimentos cozidos, frutas, legumes, cereais e carnes magras.

Entre as consequências de uma má alimentação, pode-se citar: cansaço, apatia, irritabilidade, insônia e falta de motivação, além do surgimento de doenças, como obesidade, hipertensão, diabetes e problemas cardiovasculares.

2. Relações sociais

Os bons relacionamentos são essenciais para que a pessoa evolua em termos morais. O ser humano precisa viver em comunidade, de maneira que ele possa aprender mais sobre si mesmo e sobre os outros ao seu redor.

Para identificar se esse pilar está desequilibrado, verifique como está sua relação com seus familiares, colegas de trabalho e pessoas do convívio social.

A satisfação no âmbito social é o primeiro passo para a aquisição do equilíbrio emocional e permite o crescimento pessoal e a felicidade em conjunto. Agradeça mais, seja mais gentil, caridoso, trabalhe em equipe, demonstre amor ao próximo e sorria sempre.

3. Equilíbrio mental

A saúde não deve estar voltada somente à parte física, mais também à parte mental. Uma mente equilibrada e que exala paz é sinônimo de paciência, discernimento e preparo para realizar toda e qualquer atividade necessária, assim como para enfrentar todos os obstáculos presentes.

Quem não tem equilíbrio mental acaba sofrendo de muito estresse e descontrola-se nas primeiras adversidades que aparecem pelo caminho.

É essencial ser otimista, buscar sempre o melhor de si e desenvolver confiança. Para tanto, procure meditar, praticar atividades prazerosas e aprenda a separar um problema do outro.

4. Exercícios físicos

Não é à toa que a prática de exercícios físicos representa uma das principais recomendações indicadas por médicos, já que impede a evolução de certas doenças, como a obesidade, e proporciona bem-estar geral ao organismo.

Isso ocorre porque, ao praticar alguma atividade, o corpo libera endorfina, uma substância responsável por proporcionar satisfação e que tem propriedades antidepressivas.

Além disso, os exercícios físicos promovem fortalecimento de músculos e ossos, manutenção do equilíbrio, melhora do sistema cardiovascular e também aumento da autoestima.

Procure um exercício físico de seu gosto e pratique-o regularmente. Como sugestão, citamos: natação, yoga, dança, futebol, basquete, vôlei, entre muitos outros.

5. Qualidade de sono

Boas noites de sono refletem muito no dia a dia de uma pessoa. Aqueles que dormem pouco, constantemente, apresentam irritabilidade, insônia, estresse, mau humor e apatia, sinais de que esse pilar está desequilibrado.

Para se obter uma boa qualidade de sono, o ideal é dormir cerca de oito horas por dia em uma cama confortável. Tal prática refletirá em maior disposição, energia e harmonia física e mental durante o cotidiano.

Os pilares da qualidade de vida, quando abalados, provocam sérias mudanças no nosso dia a dia. No entanto, felizmente, há como melhorá-los assim que forem identificados, proporcionando resultados inigualáveis para aqueles que desejam viver bem em qualquer etapa da vida.

Gostou do nosso texto? Então não deixe de ler o post sobre dicas simples para melhorar o convívio familiar. Também não deixe de conhecer nossos cursos online de alimentação, yoga e pilates, ótimos para manter o seu corpo saudável e a mente em equilíbrio.