Seja pelo fim de um relacionamento, rejeição ou qualquer outro motivo, o desequilíbrio emocional é uma das principais causas que leva tantas pessoas a problemas sérios, como a depressão. A falta de amor próprio e os constantes pensamentos negativos acabam por construir uma falsa imagem de si mesmo, o que pode ser altamente prejudicial para a tão sonhada felicidade. É verdade que nem tudo na vida são flores, mas tentar lidar com as “tempestades” que surgem é um bom começo para, aos poucos, vencer todos os medos.

A insegurança diante dos desafios e a falta de confiança em si mesmo são grandes empecilhos e acabam por tornar o dia a dia mais pesado, cansativo, frustrante e sem sentido. A vida profissional sempre é afetada. Já não há mais motivação, as tarefas se acumulam e o sentimento de incapacidade predomina. Na área sentimental e emocional muitas vezes é até pior. A pessoa se isola por se sentir mal e inferior perto dos demais, o que ocasiona um total afastamento dos amigos e familiares.

O que fazer

Mas como mudar esse quadro? Primeiramente é preciso se amar, ver que, como todo mundo, você erra e acerta. O erro não é único de um ser humano. Se alguém te magoou e, mesmo que não tenha pedido perdão, é preciso perdoá-lo e se livrar desse peso. Lembre-se que você é especial e que ainda há muito o que conhecer a seu respeito. Seu cabelo é bonito, seu corpo, seu eu, ou seja, você é incrível. Se existe algo que te incomoda, tente mudar. Sorria, conheça novas pessoas, retome contatos, visite seus amigos e sua família. Ter um pet também é uma boa opção. Nada como um amor puro e verdadeiro para nos mostrar como é bom viver.

Além disso, existem diversas atividades que podem contribuir para o autoconhecimento e melhorar a sua autoestima. Está curioso? O blog do NAMU Cursos listou uma série de práticas. Confira:

Exercícios físicos

Os exercícios físicos são bons aliados para manter a autoestima lá em cima. Por trabalharem o lado físico, auxiliam a manter o corpo saudável e longe do sedentarismo. Por outro lado, trazem grandes benefícios para o equilíbrio emocional. Pessoas que sofrem com depressão, ansiedade e estresse podem encontrar na prática de atividades físicas uma opção de fortalecimento mental.

Pilates

O pilates também tem suas vantagens. Ele trabalha os músculos, inclusive os internos, e corrige a coluna. Proporciona alinhamento e um grande bem-estar. Cada postura, quando associada a uma respiração correta, é capaz de relaxar e tornar o momento muito prazeroso. Se realizado constantemente, ajuda a manter uma boa qualidade de vida.

Yoga

A yoga é outra prática que, além de poder ser feita em casa, possui inúmeros benefícios. Entre seus principais destacam-se a harmonia entre o corpo e a mente. Assim como as demais, auxilia na diminuição dos sintomas de ansiedade, depressão e estresse. Também ajuda no autoconhecimento e, é claro, na autoestima.

Meditação

Concentração, equilíbrio e respiração são áreas trabalhadas com a meditação. Seja em casa ou na empresa, o importante é conseguir esvaziar a mente dos maus pensamentos e focar em você. A transformação pessoal é um dos principais benefícios dessa prática. Ela muda o jeito de como olhar para a vida e para os possíveis desafios, além de possibilitar a paz interior, necessária para uma vida plena e feliz.

Lembre-se que nada ocorre sem que você se ame primeiro. Não dê ouvidos a comentários destrutivos e quando alguém lhe chamar a atenção com razão, não se abata, aprenda e torne essa experiência uma forma de crescimento pessoal.

Gostou das nossas dicas? Então compartilhe com seus amigos. Não se esqueça de conhecer nossos cursos online e comece a viver hoje mesmo uma nova história.

Foto: Jean-Manuel Fernandez / Flickr: Thai woman / CC BY-ND 2.0