Quem quer perder peso sabe muito bem que o segredo de um emagrecimento de sucesso está em gastar mais energia do que se consome. Mas será que essa equação presumivelmente fácil é simples mesmo de resolver?

Emagrecer pode ser menos sofrido do que você imagina. E para o melhor: para perder peso não é preciso fazer exercícios por horas a fio. O que você precisa é escolher a frequência certa.

Segundo o Colégio Americano de Medicina do Esporte, organização que fomenta discussões sobre a prática da atividade física, a intensidade do treino pode ser mais importante do que o tempo quando o assunto é eliminar gordura.

Calma lá. Antes de qualquer coisa vale ressaltar que praticar qualquer tipo de atividade física é muito importante para a manutenção da saúde e do bem-estar. Tanto treinos longos e moderados como treinos curtos e intensos são eficientes e favorecem a perda de gordura. A diferença é que cada um deles tem a sua particularidade.

Qual melhor tipo de treino para perder peso?

Antes de mais nada, vamos lá: os treinos longos com tempo acima de 50 minutos e em ritmo moderado – entre 70 e 80% da frequência cardíaca máxima – promovem a queima de gordura.

Isso acontece pela predominância do metabolismo aeróbio, no qual o principal combustível são os ácidos graxos. Já os treinos de alta intensidade, além de oferecerem resultados mais rápidos quando falamos em queima de gordura também são ideais para quem quer perder peso e aumentar o condicionamento cardiovascular.

Outro ponto bastante interessante sobre os exercícios intervalados de alta intensidade é que eles têm um efeito residual mais longo. Eles aumentam o consumo de oxigênio pelos músculos após o exercício, havendo um esforço maior do organismo para restaurar o estado de repouso. Isso quer dizer que a queima calórica continua acontecendo mesmo depois dos exercícios. Mágico, né?

Agora, de nada adianta suar a camisa durante dois meses, perder peso e abandonar o treino. Para resultados eficazes e de longo prazo é necessário manter a regularidade. Uma dica certeira para quem quer manter o corpo saudável é aliar os exercícios aeróbicos aos treinos regulares de musculação.

Essa combinação é uma das mais recomendadas pois enquanto o aeróbico ajuda no processo de perda de gordura, a musculação auxilia na manutenção da massa magra e na tonificação muscular

perder peso

Animou com o que leu e já está pensando qual a atividade ideal para o seu perfil? Nós  preparamos abaixo uma lista com os melhores exercícios para quem quer perder peso. Vem ver! 

Quer perder peso? Pedale, mas pedale muito! 

Que andar de bicicleta é uma ótima forma de perder peso, isso nós já sabemos. Mas você já viu uma aula de spinning? A atividade física além de garantir a perda de peso ainda é um ótimo exercício cardiorrespiratório. Ou seja, quem pratica spinning não só tem apenas pernas e bumbum durinhos, mas também tem uma resistência de tirar o fôlego dos menos preparados.

Para quem ficou curioso sobre o gasto calórico do exercício, em uma aula, em média gasta-se cerca de 600 a 800 calorias por hora.

Nade e queime até 400 calorias por aula 

Considerado um dos exercícios mais completos que existem. A natação além de fazer muito bem à saúde é uma atividade excelente para quem quer perder peso. 

Nadar pode gastar até 400 calorias por hora, além de trazer diversos benefícios, como equilíbrio muscular, melhora da circulação sanguínea e capacidade a. Mas não é só isso: a atividade contribui para uma maior flexibilidade muscular, na recuperação de lesões e na melhora da postura corporal.

Pule para queimar calorias, perder peso e diminuir as celulites 

O Jump Fitness ou Power Jump, aqueles exercícios realizados em cima de um minitrampolim são alternativas supereficientes para quem quer perder peso.

A atividade física gasta cerca de 700 calorias em uma hora. E para a alegria das mulheres, as atividades praticadas na cama elástica promovem não só um gasto calórico significativo, mas, pasmem, os movimentos realizados na cama elástica equivalem a uma sessão de drenagem linfática.

Por que isso acontece? 

Os saltos realizados em cima do minitrampolim produzem a contração dos músculos dos membros inferiores. Gerando ao redor dos vasos linfáticos uma compressão que é maior que a massagem da linfa para a bexiga. Isto explica bem o porquê de sentirmos vontade de fazer xixi logo após a aula.

Vá para o tatame e perca cerca de 700 calorias por aula 

O muay thai ganhou muitos adeptos depois que o MMA se difundiu mundo afora. O que poucos sabem é que a luta que usa punhos, cotovelos, joelhos, canelas e pés traz uma série de benefícios ao praticante. Entre eles a melhora do condicionamento físico e, da mesma forma, o fortalecimento de toda a musculatura corporal. Portanto, praticar esta modalidade trás uma queima calórica aproximada de 700 calorias por hora.

treino para perder peso

Dançar e perder peso é uma excelente ideia 

Para quem não é fã de academia mas está à procura de algum exercício que ajude a perder peso, as aulas de Zumba podem ser uma possibilidade interessante. Dinâmicas e divertidas, a ginástica dançante é, principalmente, uma atividade física prazerosa. Você nem vai perceber que está malhando.

A zumba queima cerca de 450 calorias por aula. É bastante dinâmica e, se ainda não escutou falar sobre a modalidade, a aula de zumba a música muda de 4 em 4 minutos, o que faz com que as pessoas não sintam o tempo passar ou fiquem entediadas durante a prática do exercício.

Se tudo o que vem à sua cabeça quando pensa em exercício são pernas, barriga durinhas e bumbum na nuca, a atividade física mais indicada para você é o GAP – Glúteo, Abdômen e Pernas. A modalidade que começou a fazer sucesso no começo dos anos 90 é capaz de tonificar as áreas mais cobiçadas pelas mulheres e, de quebra, queimar 400 calorias por aula. 

Quer começar a se exercitar e não sabe como? Nós montamos o programa definitivo para você sair do sedentarismo. Dê o play e confira.