De forma geral, sabemos que vitaminas são importantes para o funcionamento correto do nosso organismo e a manutenção da nossa saúde. A partir disso, é seguro deduzir que, assim como as outras, a vitamina B12 deve estar incluída na nossa dieta para evitarmos futuros problemas.

Mas por quais motivos essa vitamina específica é importante para o nosso corpo? E a que problemas estamos sujeitos se não a consumirmos em quantidade adequada? Onde encontrá-la?

Saiba as respostas para todas essas dúvidas a seguir:

Benefícios da vitamina B12 para o sistema nervoso

Uma das principais funções da vitamina B12 no corpo humano é atuar na formação de mielina, a “capa protetora” dos nervos, sendo essencial para o desenvolvimento e a manutenção das funções do sistema nervoso.

Quando há falta de B12 no organismo, os nervos passam por um processo de desmielinização, ou seja, a mielina fica desgastada, comprometendo a transmissão de impulsos nervosos dos neurônios de nervos periféricos e da substância branca do cérebro.

A desmielinização, que pode significar a total destruição da mielina, é o que causa doenças degenerativas, como a esclerose múltipla, e, apesar de a deficiência de vitamina B12 não ser comprovadamente a causa para esse distúrbio, há indícios de que existe uma relação entre os dois fatos.

Além disso, o dano nos nervos pode fazer com que a pessoa apresente sintomas como formigamento nas pernas, queimação na sola dos pés, incontinência urinária e dificuldade para andar.

Estudos mostram, ainda, que a vitamina B12 pode contribuir para a regeneração de nervos e que a sua ausência pode causar problemas cognitivos (revertidos a partir da administração de suplementos de B12).

Sabe-se também que a vitamina B12 reduz o risco de quebras nos cromossomos, o que danifica o DNA e deixa o indivíduo mais suscetível ao desenvolvimento de câncer.

Há, ainda, pesquisas que mostram que a ingestão desse nutriente contribui para a regeneração de músculos, para o menor índice de encolhimento do cérebro em idosos e para a diminuição do risco de desenvolver um quadro de depressão.

A importância da vitamina para o sangue

A B12 também exerce importante papel na formação e maturação de células vermelhas do sangue (hemácias). A ausência ou deficiência desse nutriente faz com que as hemácias aumentem de volume, fazendo com o que o núcleo e o citoplasma fiquem desproporcionais.

A partir disso, o indivíduo pode desenvolver a anemia megaloblástica, que é caracterizada pela presença de hemácias imaturas e com tamanho anormal e pela diminuição de leucócitos e plaquetas.

Onde encontrar a vitamina B12

O nutriente, que não pode ser sintetizado pelo corpo humano, é encontrado em alimentos de origem animal, principalmente em peixes de água fria e profunda (salmão, truta e atum), no fígado e em carne de porco.

Para os vegetarianos, a boa notícia é que ela também está presente no leite, no queijo e em ovos.

E mais: o nutriente presente no leite e em queijos é melhor absorvido do que o presente em carnes (vermelhas ou brancas) e ovos. Isso acontece, porque vitamina é sensível ao calor necessário para cozinhar as carnes e os ovos e porque os laticínios têm proteínas de mais fácil digestão, o que facilita a absorção da B12.

Além disso, a molécula que retira o nutriente dos alimentos e o “segura” no corpo consegue retirar, no máximo, de 1,5 a 2 microgramas de vitamina B12 por refeição. Ou seja, boa parte da vitamina presente nas carnes nem é aproveitada.

No caso dos veganos, é preciso consumir alimentos enriquecidos com vitamina B12 ou tomar suplementos, já que os vegetais não produzem o nutriente. E embora seja possível absorvê-lo da terra, a quantidade consumida ficará aquém das necessidades do corpo humano (aproximadamente 3 microgramas por 100g de alimento).

Gostou do texto? Que tal compartilhá-lo nas redes sociais e mostrar para os amigos a importância da vitamina B12?