Na alimentação diária da maioria dos brasileiros são consumidos muitos produtos de origem animal. Esses alimentos vão desde os óbvios carnes, ovos e leites até os menos evidentes, como gelatinas, manteigas e mel.

Segundo pesquisa de 2012 do Ibope Media, oito por cento da população brasileira se declara vegetariana, com consideráveis alterações pela idade e região geográfica.

Dentro dessa porcentagem existe a parcela menor de pessoas que são vegetarianas estritas, os veganos, que além da carne, não consumem nenhum outro produto animal na alimentação, no vestuário e de forma geral.

Felizmente, nos últimos anos, mesmo ainda sendo pequena, a oferta de produtos e estabelecimentos com opções veganas vem crescendo, assim como a conscientização sobre o assunto, graças ao poder de difusão da internet.

Se você também gostaria de aderir a esse estilo de vida, mas não quer deixar de comer nada do que gosta, o blog do NAMU Cursos preparou uma lista de substituições para você continuar fazendo as receitas que mais gosta sem usar ingredientes de origem animal. Confira:

LEITE

O leite de arroz e o leite de soja são os mais encontrados nos supermercados. Outras bebidas como leite de castanha de caju, leite de castanha-do-pará e leite de aveia também são preparações comuns que podem ser facilmente feitas em casa.

CREME DE LEITE

Basicamente, é possível fazer creme de leite de todos os leites vegetais principalmente os provenientes das oleaginosas, como castanha de caju, castanha-do-pará, noz, avelã e amêndoa. O creme de leite de coco é também uma opção muito interessante.

IOGURTE

Um iogurte vegano é feito de leites vegetais espessados com ágar-ágar ou amido de milho. Ele também pode ser feito pela fermentação de leites vegetais com rejuvelac e fica ainda mais saudável por ser um alimento probiótico. O iogurte de soja é o mais comum encontrado à venda.

MANTEIGA

O óleo de coco é a substituição para a manteiga em sobremesas veganas mais recomendada.O abacate também é uma opção e é um ingrediente que combina com doces e salgados.

OVO

Existem diversas farinhas, como a de semente de linhaça, que misturadas com água fervente ficam com uma textura viscosa, parecida com a da clara. A biomassa de banana verde, o ágar-ágar e o leite de aveia também são opções de espessante equivalentes.

MERENGUE DE CLARAS

Para substitui-lo é possível usar a interessantíssima água do cozimento do grão de bico, também conhecida como aquafaba. O resultado é surpreendente.

GELATINA

A solução para as inúmeras receitas de sobremesas com gelatina é o ágar-ágar, feito a partir de uma base de algas vermelhas.
Observação: a gelatina é derivada do colágeno dos ossos e outros tecidos de bovinos e suínos

MEL

Pode ser substituído por diversos outros adoçantes como melado de cana, maple syrup, açúcar de beterraba, açúcar demerara, açúcar mascavo e açúcar de coco (uma opção com baixo índice glicêmico).

ESSÊNCIA DE BAUNILHA

Mesmo que se fale pouco, em alguns casos a essência de baunilha pode não ser vegana. O fluido que dá o aroma ao ingrediente é extraído de glândulas anais de castores. Para evitar o uso desse tipo de essência, é preciso estar atento ao rótulo.

Quer conhecer mais substituições veganas para suas receitas? Então se cadastre no curso Sobremesas e dicas veganas para você e o seu negócio com a chef Izabela Braga. Além de conhecer novas opções você vai aprender a preparar esses ingredientes bastante flexíveis.