A alimentação vegana tem caído na boca de muitos, seja por admirar quem a segue ou por criticá-la. A falta de informação tem gerado inúmeros debates, alguns deles sem embasamento, o que criou um estereótipo sobre o universo desse estilo de vida. Vejamos, o veganismo se baseia na exclusão de qualquer item de origem animal, seja na comida, vestuário e composição de cosméticos e medicamentos. Isso também vale para qualquer produto que seja testado e rituais religiosos. Ou seja, são contra a exploração e violência animal.

Mas, afinal, seguir esse tipo de alimentação modifica de fato o organismo humano? Qual será o cardápio dessas pessoas? Será que eles são menos saudáveis dos que comem carne? Pensando nisso, o NAMU Cursos respondeu as principais dúvidas sobre o veganismo. Confira:

Veganos sofrem com a falta de nutrientes?

Quem se alimenta de forma equivocada tem falta de nutrientes no organismo, não é pelo fato de ser vegano. É claro que alimentos de origem animal possuem certos tipos de substâncias que são encontradas em menores quantidades nos vegetais. Mas, nada de preocupação, há como repor cada vitamina e mineral. Se optar por abolir a carne vermelha de sua vida, você pode restituir o ferro com a ingestão de feijão, ervilha e grão-de-bico. As leguminosas têm bons níveis de ferro e são capazes de proporcionar a quantidade ideal que o corpo necessita. Inclusive, pessoas que se alimentam de carne também precisam ingeri-las para complementar o elemento.

A falta de cálcio é outro ponto questionado por quem consome leite de origem animal, pois muitos acreditam que os veganos têm problemas com sua falta. Porém, esse mineral é facilmente encontrado em outros alimentos como legumes, sementes e folhas verdes. Aliás, doenças por sua ausência não se dão precisamente em quem não bebe leite de vaca. Uma boa substituição para receitas são os leites vegetais.

A vitamina B12 é a uma das únicas substâncias que não podem ser encontradas nos vegetais. Um vegetariano que consome queijos, leite e ovos consegue a vitamina, já os veganos precisariam de suplementação. O ideal é buscar a orientação de um especialista, já que cada organismo reage de uma maneira. Nunca se automedique.

O cardápio vegano é sem graça?

Para quem acredita que a alimentação vegana é só salada e comida sem gosto está enganado. Assim como qualquer outra pessoa, quem adere ao estilo de vida tem liberdade para criar receitas e comer alimentos com níveis consideráveis de calorias. Você sabia que existe junk food vegana? Pois é, e os cardápios têm agradado o paladar de todos, inclusive dos amantes de carne. Coxinha, pizza, pastel, rissole, brigadeiro, beijinho e sorvete estão entre algumas delícias. Pratos como lasanha, hambúrguer, nhoque e feijoada também. E para realizar tudo isso, eles contam com diversas produtos capazes de substituir os convencionais.

A alimentação vegana emagrece?

Uma pessoa que adere o veganismo não necessariamente tende a emagrecer. Como já foi dito, os cardápios podem ter muitas calorias e também açúcares. Não seguir à risca a orientação do seu nutricionista e se alimentar de produtos que não saciem o organismo, mesmo ingerindo mais frutas e legumes, também podem contribuir para o aumento de peso. É importante ressaltar que para ter o corpo desejado, é preciso unir uma alimentação equilibrada com outras atividades que auxiliem esse processo.

Crianças não podem ser veganas?

Os filhos estão liberados para aderir a alimentação vegana junto a seus pais, porém é preciso seguir as dicas de seu nutricionista. Cereais, leguminosas, castanhas e alimentos ricos em proteínas e ômega- 3 são ótimos para satisfazer as necessidades nutricionais dos pequenos.

Veganos são paranoicos?

O estereótipo dos veganos está tão enraizado que muitos acreditam que são os loucos dos vegetais, o que é mentira. Quem adere ao veganismo tem vida social como qualquer outra pessoa. Não obrigam ninguém a se alimentar igual e nem declaram ódio a quem come carne. Eles levam o veganismo como filosofia de vida e respeitam todos a sua volta.

Já tirou suas dúvidas? E que tal aprender deliciosas receitas veganas? No curso de sobremesas e dicas veganas para você e o seu negócio, além dos pratos, você aprende sobre as melhores substituições e a como conservar, embalar e montar. As aulas são ministradas por uma excelente profissional e ainda contam com o material complementar, que tem todas as receitas e informações dadas durante o curso.

Foto: Rockspindeln / Flickr