Alimentação

Medicina chinesa e sua alimentação

De acordo com especialista em medicina chinesa e dietoterapia, é importante ter uma alimentação equilibrada e que proporcione energia suficiente para o corpo

  • 10 de out, 06:10
  • 0
medicina chinesa

Você sabia que a medicina chinesa aplicada à alimentação diária pode trazer inúmeros benefícios para sua saúde? 

Marli Porto, especialista em dietoterapia chinesa, explica os princípios da alimentação tradicional da medicina chinesa e como escolher os ingredientes mais adequados para cada horário do dia.

Na entrevista abaixo, você vai aprender tudo isso e muito mais. Confira:  

“A dietoterapia é um instrumento utilizado pela medicina tradicional chinesa que visa aumentar a vitalidade”, declara Marli Porto. 

De acordo com a especialista, existem dois fatores primordiais para aumentar a energia do corpo: através do alimento que consumimos e do ar que respiramos. 

“A partir disso, acontece um processo de transformação energética no corpo que nutre e mantém a vitalidade”, acrescenta.

Conceitos em medicina chinesa 

Neste outro vídeo, Marli Porto explica também como obter saúde e bem-estar com os três princípios da alimentação segundo a medicina chinesa. Confira no vídeo abaixo.

Como explica a especialista, a dietoterapia tradicional chinesa, área da medicina chinesa que trabalha com a alimentação tradicional, se baseia por meio de três princípios: yin yang, 5 elementos e o zang fu (os órgãos energéticos). 

Na medicina chinesa em geral e em sua alimentação, “cada elemento tem funções próprias, de acordo com esta dieta. O ideal é utilizar as cores dos 5 elementos no prato, pois, assim poderá atingir o equilíbrio na hora de consumir os alimentos, além de harmonia, bem-estar e saúde para o organismo”, explica a especialista.

benefícios da medicina chinesa

Medicina chinesa e seus 5 elementos 

1. Elemento madeira

Na alimentação tradicional da medicina chinesa, o elemento madeira está relacionado com o fígado e a vesícula biliar. A emoção dele é a raiva, então quanto mais raiva a pessoa sente, mais desiquilíbrios poderá apresentar tanto no aspecto físico quanto no emocional.       

2. Elemento fogo

Na medicina tradicional chinesa, o elemento fogo está relacionado com o coração e intestino delgado. Ele tem a cor vermelha (fogo) e a estação do ano é o verão.  

3. Elemento terra

O elemento terra está relacionado com o baço e estômago. Não tem uma estação definida. “Vai mostrar no campo emocional a preocupação – hoje em dia é o que mais sofremos. Excesso de preocupação e pensamento desgasta estes órgãos”, diz Marli. 

Na medicina chinesa, este conjunto de órgãos está diretamente relacionado com toda a transformação do alimento. Para viver bem é necessário manter a harmonia deste órgão. 

A cor é o amarelo – todo alimento desta cor vai tonificar o baço.   

4. Elemento metal

O elemento metal está relacionado ao pulmão e o intestino grosso. A cor é o branco. 

A constituição física desta pessoa tem a pele mais clara e movimentos mais lentos. E podem ter mais problema com os órgãos relacionados.

5. Elemento água

O elemento água está representado pelo rim e bexiga. Tudo que é preto é considerado medicinal – entre um alimento claro e escuro, este último vai agir mais intensamente o rim favorecendo a vitalidade e a sexualidade.

Cursos de culinária online

Esperamos que esta matéria sobre alimentação da medicina chinesa tenha ajudado você a saber como se alimentar melhor seguindo essa filosofia milenar, se harmonizando com a natureza e com o seu próprio bem-estar. 

Agora, que tal ir além e saber como se alimentar cada vez melhor seguindo diversos outros recursos e receitas? Confira nossa seleção de cursos online de alimentação e aprenda diversos pratos para manter sua saúde em dia.