Você decidiu eliminar a carne da sua dieta ou, até mesmo, não consumir nenhum produto de origem animal. Independentemente do que o tenha levado a essa escolha, uma coisa é certa: você tem certeza de que não está colocando nada que vá contra sua filosofia para dentro do seu corpo?

Isso porque alimentos que você julga serem propícios para esses estilos de vida podem não o ser. Assim, para não ser enganado, é importante ficar atento a tudo o que compra, identificando alimentos veganos e vegetarianos.

Se você quer aprender como fazer isso e não sabe como começar, continue a leitura. Daremos 6 dicas bastante úteis. Acompanhe!

1. Leia o rótulo

A primeira e uma das mais importantes dicas na hora de identificar se um produto é realmente vegano ou vegetariano é ler o rótulo. Isso porque nele estão contidos todos os ingredientes e quantidades de cada item que compõem aquele alimento.

O rótulo é obrigatório em qualquer produto alimentício e precisa conter informações como a quantidade de proteínas, gorduras e sais por tamanho de porção, além da validade, calorias, origem, lote, dentre outros dados.

2. Pesquise em ferramentas de busca

É imprescindível ler o rótulo, mas você sabe exatamente o que são aqueles nomes complicados de substâncias e elementos químicos? Provavelmente não. E é aqui que damos outra dica: a pesquisa.

Se você não sabe o que quer dizer determinado termo e está em dúvida se ele realmente não é de origem animal, é importante contar com uma ferramenta de busca online. Basta apenas digitar “[nome do ingrediente] é vegano”, para então descobrir do que se trata aquele item.

3. Monte uma lista ou tenha um caderno de anotações

Ler o rótulo e pesquisar as substâncias na internet, identificando alimentos veganos e vegetarianos pode parecer algo chato no início, mas aos poucos você torna a tarefa um hábito e se acostuma. Mas para facilitar o processo, há uma dica valiosa: monte uma lista ou tenha um caderno de anotações sempre à mão.

Sabe aqueles termos de nomes complicados que você descobriu que são de origem animal? Pois então, anote-os em um pequeno caderno ou inclua-os em uma lista. Desse modo, você pode fazer uma consulta rápida e descobrir se deve ou não os comprar. Na internet, você também encontra dicionários e listas já prontas.

4. Fique por dentro dos alimentos que “parecem, mas não são”

Você já deve ter ouvido falar dos famosos alimentos que “parecem, mas não são”, não é verdade? Eles são aqueles produtos que aparentemente não contêm traços animais, mas que na verdade podem sim ter. Um exemplo são as maçãs importadas que muitas vezes são lustradas com ceras de origem animal para brilharem mais.

Assim, ficar por dentro desses produtos e buscar se atualizar sempre é uma ótima maneira de não “dar com os burros n’água”. Artigos como bebidas alcoólicas, alimentos de cor vermelha, batatas fritas e certos açúcares brancos são alguns dos exemplos.

5. Procure pelo selo vegano

Com as crescentes opções veganas e vegetarianas no comércio, muitos produtos destinados a esse público podem conter a certificação e o Selo Vegano. Ele fornece a garantia de que o desenvolvimento e a fabricação de determinado produto não tiveram nenhum uso animal.

O órgão responsável pela gestão do selo, bem como pelo sistema de certificação é a Sociedade Vegetariana Brasileira que trabalha para que o vegetarianismo e o veganismo sejam reconhecidos como um estilo de vida ético, saudável e sustentável.

6. Entre em contato com a empresa

Se após tudo isso você ainda não tiver certeza se o produto é seguro para o seu estilo de vida, então só resta uma alternativa: entrar em contato com a empresa. Por meio do SAC ou outro meio de comunicação, você pode tirar todas as suas dúvidas acerca do produto.

Independentemente do seu estilo de vida, é sempre bom saber mais sobre o que come. Sendo assim, identificando alimentos veganos e vegetarianos você estará mais alerta e consciente ao que consome. Afinal, é a sua saúde e a das pessoas ao seu redor que está em jogo.

Esperamos que este artigo tenha sido útil para você. Caso conheça mais dicas, compartilhe-as conosco comentando abaixo. Também não deixe de conhecer nossos cursos online de alimentação saudável, como o Menu vegano completo, ótimos para aprender sobre dicas gastronômicas e inúmeras receitas.