Sem tempo para ler? Que tal OUVIR esse texto? Aperte o play abaixo e ouça o post.

O ritmo de vida intenso e acelerado que muitas mães têm, com jornadas duplas ou triplas, torna a questão da alimentação equilibrada para crianças um grande desafio.

O que fazer para incentivar as crianças a se alimentarem de forma saudável? Como incluir no cardápio itens muitas vezes rejeitados, como legumes, verduras e frutas? E como fazer isso de maneira suave, sem aborrecimentos, e sem perder tanto tempo?

Essas são algumas das preocupações que passam pela cabeça de toda mãe. Assim, listamos algumas sugestões de como incluir alimentos nutritivos e saudáveis no cardápio das crianças, melhorando a saúde e o bem-estar delas. Confira!

Dê o exemplo

Crianças, independentemente da idade que possuem, costumam imitar os pais. Sendo assim, não caia no erro de preparar lindas refeições para seus filhos, e comer um hambúrguer ou um pacote de salgadinhos na hora do almoço.

Para desenvolver hábitos saudáveis nas crianças, é preciso acompanhá-las nas refeições, não apenas estando ao seu lado, mas também consumindo os mesmos alimentos.

Se por acaso você não gostar de uma alimentação balanceada e natural, que tal aproveitar para mudar também os seus hábitos, ajudando no bem-estar dos seus filhos?

Monte pratos coloridos e divertidos

Tornar os pratos mais atraentes e interessantes ajuda a motivar as crianças a experimentarem novos alimentos. Pode até dar um pouco mais de trabalho, mas com certeza a recompensa de ver seu filho consumindo alimentos nutritivos será maior do que qualquer esforço.

Outra boa sugestão é não encher muito o prato. Assim, a comida que estiver ali será facilmente degustada sem demorar tanto tempo e sem entediar a criança. Se você achar necessário, basta repor os alimentos quando eles acabarem no prato.

Que tal tentar esquematizar carinhas ou bichinhos? Esse pode ser um grande estímulo para garantir o consumo do que for oferecido. E não pense que essa é uma missão impossível: uma rápida pesquisa na internet vai te mostrar opções fáceis de preparar.

Crie hábitos

Tentar fazer as refeições sempre no mesmo horário e manter um espaço calmo e tranquilo certamente trará bons resultados.

Faça do momento das refeições uma hora “sagrada”, sem muitas distrações. Para isso, evite deixar a televisão ligada e os brinquedos próximos à mesa. Estimule a criança a se concentrar na refeição.

Além disso, perguntas sobre as cores dos alimentos, os sabores e as texturas podem estimular o interesse, e trazem a atenção das crianças para a comida.

Evite enganar as crianças

As crianças estão cada vez mais espertas. Assim, enganá-las pode não ser uma boa estratégia. Dessa forma, não tenha medo de explicar o que elas estão consumindo.

Para desenvolver hábitos proveitosos e promover uma alimentação equilibrada para crianças, desde bem novinhas, vale falar o nome dos alimentos e informar sucintamente o benefício que geram para o organismo — sempre incentivando-as a consumir e experimentar novos alimentos.

Priorize alimentos frescos e naturais

No intervalo entre as refeições, dê preferência às frutas, aos sucos, a um mix de frutas secas e a iogurtes caseiros com granola, por exemplo. Prefira alimentos naturais e tente resistir à tentação dos biscoitos recheados, dos achocolatados e dos sucos artificiais.

Inicialmente pode parecer trabalhoso, mas esses alimentos industrializados estão cheios de açúcar, de conservantes e de outras substâncias que não vão acrescentar nada no desenvolvimento dos seus filhos.

Variar constantemente os alimentos é uma tática interessante tanto para estimular o conhecimento quanto para proporcionar uma alimentação equilibrada para crianças. O importante é pensar nas melhores opções para manter seu filho saudável e feliz.

Se as nossas dicas te ajudaram, que tal compartilhar este post nas suas redes sociais e ajudar outras pessoas a oferecer uma alimentação equilibrada para crianças?