Você sabia que o corante, além de deixar o seu prato mais bonito, pode deixa-lo ainda mais nutritivo?

A expressão ‘comer com os olhos’ resume bem o efeito que belas comidas provocam na nossa mente. Mesmo sem estarmos verdadeiramente com fome, somos seduzidos por seu apelo visual.

Afinal, é realmente difícil não ficar com água na boca ao se deparar com bolos com coberturas coloridas e doces decorados com detalhes em cores vibrantes.

Não há dúvida que quanto mais colorido é o prato, mais bonito e atrativo ele fica. E para conseguir dar esse efeito aos alimentos, os corantes comestíveis são amplamente usados por chefs, cozinheiro e confeiteiros mundo afora em suas cozinhas. 

No entanto, os corantes artificiais têm alguns pontos desfavoráveis à saúde e muitas pessoas evitam consumir os corantes.

Seja por conta de restrições alimentares, como alergias e intolerâncias alimentares, ou por seguir uma dieta vegana –  muitos desses produtos são de origem animal ou contêm traços de exploração animal, muitas pessoas optam por não usarem os corantes nos alimentos.

como-fazer-corantes-alimenticios

A boa notícia é que nenhum dos pontos acima pode impossibilitar que você saia colorindo suas receitas por aí e, sim! É possível recriar as colorações artificiais de um modo bem natural em casa mesmo com corantes naturais. 

Antes de começar a colocar a mão na massa é importante lembrar que as tonalidades dos corantes naturais são extraídos de frutas, legumes, especiarias, ervas e outras substâncias naturais. Podendo ser utilizados de várias maneiras.

Os corantes naturais têm muitas utilidades além de ressaltar a cor dos alimentos. Você pode tingir roupas e linhas, colorir cosméticos, óleos ou sabonetes caseiros, além de ser uma ótima opção para brincar de pintar com as crianças. Enfim, são muitos os usos, é só usar a criatividade.

Gostou da ideia e quer fazer o próprio corante natural? Vem que a gente ensina passo a passo como fazer um corante alimentício natural para deixar a sua comida ainda mais atrativa.

Como fazer corantes naturais das principais cores

Corante vermelho ou rosa

Para fazer o corante alimentício natural para alcançar os tons do vermelho ao rosa é possível utilizar um alimento bastante conhecido, a beterraba. De cor intensa, a raiz tuberosa tinge nossas mãos apenas de cortá-las. Sendo assim, uma opção viável na hora de recriar a tintura.

Para fazer o corante alimentício vermelho de forma natural é simples: basta preparar um suco de beterraba e levá-lo ao fogo baixo até reduzir e ficar bem concentrado. Quanto maior for a redução do suco, maior será a intensidade da cor obtida. 

Faça o famoso red velvet sem nenhum aditivo químico. A concentração vermelha do corante fica com um tom levemente rosado. Ao se misturar ao marrom do cacau é possível chegar facilmente ao tom vermelho característico do bolo.

Corante azul

Pois é, apesar do repolho roxo não ter nada a ver com a cor azul, a hortaliça permite reproduzir o corante azul  de forma natural.

Para fazer a tintura alimentícia, não é preciso prática muito menos habilidade. É só cortar as folhas do repolho e cozinhar com água, até obter um tom forte da cor.

A proporção para o preparo é um para um, ou seja, uma xícara de repolho bem picado para uma xícara de água.

Mas calma, antes de finalizar o corante um segredinho: para obter o tom azul tão desejado. Adicione bicarbonato de sódio à água arroxeada, mas faça isso aos poucos até obter o tom que imaginou para a sua receita. Não esqueça de coar o líquido antes de guardá-lo.

Corante verde 

Bastante comum e fácil de ser achado, o espinafre é uma excelente opção para quem quer preparar um corante verde. A hortaliça dificilmente saboriza os ingredientes da receita que será utilizado e colore muito bem. 

Para fazer o corante alimentício verde, bata as folhas de espinafre com um pouco de água, coe o líquido e pronto.

Apesar de ser muito usado para fazer macarrão e massa de panqueca verdes, o corante natural também pode usado em receitas doces. E não se preocupe, como dissemos acima, o tintura alimentícia não vai deixar sua receita com gosto de espinafre.

Você também pode usar outras hortaliças para fazer o corante alimentício verde de forma natural. Chá matcha, menta, salsinha ou algas nori são opções interessantes que valem o experimento. Teste sem medo! 

Corante amarelo 

Entre as opções para fazer o corante amarelo temos o pimentão amarelo, o suco de manga e a cúrcuma. Para fazer o corante amarelo triture/bata o pimentão ou a manga. Peneire bem a mistura para que não fique nenhuma fibra.

Agora, se você prefere fazer o preparo utilizando a cúrcuma, misture uma xícara do ingrediente com um pouco de água. Adicione a cúrcuma nas receitas aos poucos para evitar que o sabor do corante natural possa influenciar no sabor da sua preparação.

Mas, atenção! Como todos os ingredientes utilizados no preparo do corante amarelo têm sabor forte. Cuidado na hora de colorir sua receita. Então, use com muita cautela.

Corante laranja

A cenoura é o ingrediente mais fácil de proporcionar um tom vívido da cor, além de ter sabor pouco marcante, o que é ideal para a função do corante alimentício.

Para conquistar a cor laranja de forma natural, bata no liquidificador uma cenoura picada junto com meio copo de água. Coe bem a mistura para não ficar nenhuma fibra do ingrediente. Pronto, agora é só guardar e colorir suas receitas.

Os corantes alimentícios naturais oferecem resultados diferentes de corantes artificiais, por isso, ao usá-los é interessante se atentar que: 

  1. Por serem corantes líquidos, é preciso se atentar a quantidade de outros ingredientes líquidos na receita. Se preciso, diminua os outros ingredientes molhados da preparação;
  2. Muitos desses corantes alimentícios naturais são feitos a partir de ingredientes com sabores intensos. Então, é sempre bom ter atenção para eles não influenciarem no sabor das receitas;
  3. Coloque o corante nas suas receitas aos poucos. Pois, a quantidade utilizada da tintura dependerá da tonalidade que deseja alcançar.

Viu como colorir as suas receitas de forma natural é super fácil? Siga as dicas e solte a imaginação durante o preparo das suas receitas. 

corantes alimentícios