Você sabia que saladas não são pratos restritos a quem está de dieta? Os alimentos utilizados nesse tipo de preparação são saborosos e ricos em vitaminas e minerais. Há quem não dê valor, mas consumir folhas verdes e diversas hortaliças contribui e muito para a manutenção do organismo. Por isso, essa conversa de que alface é “comida para bicho” já é bem ultrapassada.

Para ter qualidade de vida, é necessário seguir alguns hábitos saudáveis. Uma pessoa que realiza atividades físicas, dorme bem e se alimenta corretamente tem mais chances de não enfrentar sérios problemas de saúde quando envelhecer.

As saladas, além de entradas, podem ser ótimos pratos principais. Use sua criatividade e inclua no seu cardápio.

Os benefícios das saladas

Não é novidade que alimentos naturais são mais saudáveis do que qualquer produto industrializado. A constante ingestão de frutas, legumes e verduras, se possível orgânicas, é essencial para a saúde do corpo, pois seus nutrientes são capazes de melhorar sintomas e prevenir doenças.

As fibras encontradas em folhas, legumes e frutas trazem sensação de saciedade e são boas reguladoras do intestino. Já as proteínas são importantes para os músculos do corpo humano. Para quem não consome produtos de origem animal, é possível encontrar proteínas em cogumelos e leguminosas como lentilha, feijão e soja.

Castanhas e amêndoas são algumas opções para dar aquela incrementada na salada. As “gorduras boas” mantêm os níveis de colesterol no sangue. Oleaginosas também possuem antioxidantes, substâncias que combatem os radicais livres, causadores de doenças crônicas e envelhecimento precoce das células. Porém, lembre-se: nunca abuse na quantidade do consumo.

Faça sua própria salada

Que tal montar uma super salada? Não é difícil e você ainda pode misturar os ingredientes que desejar.

Primeiro, é preciso colocar a base do prato com folhas verdes como rúcula, espinafre, alface e agrião. Feito isso, escolha vegetais, ou até frutas, que mais gostar. Cenoura, tomate, manga e laranja podem ser ótimas alternativas.

Sabe aquela salada de frango? Também está liberada, proteínas não devem faltar. Finalize com sementes, brotos ou qualquer tipo de oleaginosa. Esqueça os temperos industrializados e invista nos mais saudáveis, como vinagre, gersal, azeite e limão.

Veja, a seguir, o passo a passo.

saladasaudaveis

Gostou das nossas dicas? Então conheça nossos cursos online de gastronomia saudável. Além de deliciosas receitas, você encontra dicas nutricionais e técnicas de preparo.

Foto: Michael Stern / Flickr / CC BY-SA 2.0