Quem não gosta de viajar? Seja nas férias ou em um final de semana, sempre é bom relaxar e curtir um tempo de descanso. Ao se preparar para uma viagem, é preciso pensar no que levar. Roupas, utensílios, sapatos e documentos fazem parte dessa lista. Porém, quando o passeio é feito de carro ou ônibus, é frequente transportar uma bolsa com diversos alimentos, principalmente quando se tem crianças e adolescentes entre os passageiros.

Uma alimentação mais restrita requer cuidados. A pessoa que tem pressão alta não pode ingerir muito sódio, já diabéticos devem evitar ao máximo produtos com açúcar. E mesmo que a viagem seja para conhecer a cultura e a culinária local, o tempo que se passa entre a partida e o ponto de chegada deve ser levado em conta.

Os pais não deixariam a criança consumir um alimento estragado, ou que estivesse com péssima cara, e nem se arriscariam em algum estabelecimento duvidoso que encontrassem pelo caminho. Uma pessoa que está de dieta, dentro das recomendações médicas, não deixaria seu cardápio por algo que não lhe traria os benefícios desejados. Ou mais, se o objetivo for economizar, levar a própria comida também já é um bom começo.

Mesmo que os alimentos sejam “caseiros”, é necessário ter alguns cuidados básicos, assim não há chance de perdê-los. Prefira os mais leves, naturais e de fácil conservação, como as frutas. Maçã, banana, laranja, pera, tangerina e ameixa são boas opções, assim como as frutas secas e desidratadas. Oleaginosas, cereais, barrinhas, bolachas e bolo também podem estar entre o cardápio. O importante é optar pelos mais saudáveis e que forneçam todos os nutrientes para o organismo.

É claro que não é possível ter um aparato inteiro de cozinha dentro de um automóvel, a não ser que seja adaptado, mas uma caixa térmica já auxilia, e muito. Com técnicas de embalagens e, é claro, com os alimentos certos, verá que é mais vantajoso levar sua própria refeição de casa.

Esqueça a preguiça. Tire um tempo para preparar tudo antes de sair. Confira, a seguir, algumas dicas que o blog do NAMU Cursos separou:

O que levar?

Como já foi dito, você deve optar por levar frutas com casca e fáceis de ingerir, barrinhas saudáveis, bolachas, oleaginosas e todo o tipo de alimento que, além de suprir todos os nutrientes, possa ser carregado com certa prontidão. Lembre-se de transportar bastante água e reutilize as garrafas para reabastece-las pelo trajeto. Se deseja ingerir pão, escolha o integral. Geleias e conservas naturais, dessas que não precisam ficar refrigeradas, também são boas opções, desde que os potes não sejam tão grandes.

Conservação dos alimentos

As bebidas, estejam geladas ou quentes, devem ser levadas, de preferência, em garrafas térmicas. Já os sanduíches podem ser embrulhados em plástico filme. Porém é essencial mantê-los na temperatura ideal e evitar composições com produtos à base de leite e derivados, já que são mais perecíveis.

Assim que abrir algum pacote de bolacha ou salgadinho, não deixe ao ar livre, feche e guarde em um pote. Também fique atento ao manuseio dos alimentos e sua higienização. Lave bem as vasilhas e a comida, que deverá ser separada conforme com cada tipo.

Aprenda novas receitas

Vai viajar e não sabe o que fazer? Aprenda deliciosas receitas de lanches e snacks saudáveis. Além de saborosos e de fácil preparo, são nutritivos e ótimos para repor as energias. Conheça também outros cursos online e não se esqueça de compartilhar com seus amigos.

Foto: kerinin / Flickr / CC BY-SA 2.0