Sem tempo para ler? Que tal OUVIR esse texto? Aperte o play abaixo e ouça o post.

A perda de peso está na lista de objetivos de muitas pessoas. Inclusive, é uma das promessas mais feitas no final do ano. O que ocorre é que muitos, seja por negligência ou falta de informação, acabam por aderir a atitudes drásticas para conseguir a meta desejada. Porém se esquecem de que emagrecer com saúde é importante para manter o equilíbrio em um todo.

O primeiro a se levar em consideração é: realmente preciso emagrecer? Não caia na história de padrão perfeito. Se você se sente bem com o seu corpo, por quais motivos iria querer modificá-lo? Ser obsessivo com algo não é nada bom e pode trazer sérias consequências a curto e longo prazo. Só porque alguém te disse que está com uns quilos a mais, não quer dizer que precise parar de comer.

É comum que pessoas adiram a dietas. Tire isso, coma aquilo, evite o outro. Com o acesso à informação, ficou muito mais fácil conseguir cardápios adequados para o que você acha que precisa no momento. Dietas restritivas nem sempre são a melhor opção. O ideal para emagrecer com saúde, antes de iniciar qualquer restrição alimentar, é procurar a orientação de um especialista.

“Ao invés de fazer emagrecer, fazer dieta faz engordar. A questão é: por que todo mundo fracassa? A resposta é: porque fazer dieta restritiva não funciona, não funciona a longo prazo”, declara a nutricionista Sophie Deram. De acordo com Deram, pessoas que realizam dietas restritivas perdem peso no momento, mas quando a alimentação volta ao normal, o peso também aumenta, até mais.

Então, esqueça aquela história que conseguirá ficar sem comer carboidratos para sempre, ou que simplesmente comerá determinados alimentos. Primeiro porque carboidratos são importantes para a saúde, eles são os responsáveis pela produção de energia no corpo. Segundo que um cardápio equilibrado ajuda a manter e perder peso, sem enormes sacrifícios. A ideia é reeducar a sua alimentação.

“Fazendo dieta, a gente pode ganhar peso no corpo, mas também pode ganhar peso na cabeça. Os transtornos alimentares começam, quase todos, fazendo dieta. Esse ‘eu preciso emagrecer’ pode deixar a pessoa pior”, reforça Deram.

emagrecer-com-saude

Cardápio equilibrado = corpo saudável

Para emagrecer com saúde é preciso tomar algumas medidas. Uma delas é tentar entender o seu comportamento em relação a comida. O que estou comendo, como estou comendo, por que estou comendo?

“Pense: será que preciso emagrecer? Se estiver com excesso de peso, tem que entender que o peso vai ser consequência do seu comportamento. Dentro do comer melhor, tem que melhorar a qualidade de como você está comendo. Aí eu convido você a olhar com outro olhar, porque ao calcular calorias você vai passar fora da qualidade. Foque mais na qualidade e também no comportamento, respeite sua fome”, acrescenta Deram.

Se realmente precisa emagrecer por uma questão de saúde, procure, antes de mais nada, um nutricionista.  Mas você também pode seguir algumas dicas:

Regule seus horários

O ideal é se alimentar de três em três horas. Não se engane, ficar sem comer durante muito tempo não te ajudará a emagrecer, pelo contrário. Estipule os horários certos e opte por alimentos que te tragam saciedade.

Beba água

Sabe aquela história de beber 2 litros de água por dia? Leve a sério. O consumo de água é muito importante para o equilíbrio do corpo em um todo. Além disso, ajuda a perder peso, já que mantém o funcionamento do organismo e traz sensação de saciedade, o que diminui o consumo de alimentos em excesso.

Faça atividades físicas

Praticar exercícios físicos é de extrema importância para se manter longe do sedentarismo e com o corpo em forma. Não precisa ficar 24 horas na academia, caminhar 30 minutos por dia já ajuda. A realização de práticas esportivas, ou atividades de baixo impacto como o yoga, ajudam a queimar calorias e a regular a fome. Por isso, não pense duas vezes em escolher um esporte como hobby.

Escolha os alimentos certos

Alimentação equilibrada é aquela que contém todos os nutrientes que o corpo precisa. O cardápio ideal deve conter carboidratos, proteínas, vitaminas, minerais e fibras. Frutas, verduras, legumes, leguminosas, oleaginosas, cereais, tudo isso pode fazer parte do seu dia a dia e ainda te ajudar a emagrecer com saúde.

Nutrientes como as proteínas não precisam ser, necessariamente, de alimentos de origem animal. Vegetarianos e veganos podem encontrar nas hortaliças e leguminosas as substâncias que o corpo necessita.

Opte por alimentos naturais, de preferência aos orgânicos. Nos lanchinhos da tarde, nada de produtos industrializados e cheios de açúcar e sódio. Ao regular sua alimentação e comer bem, conseguirá perder peso sem fazer nenhuma loucura.

Anotou as dicas? Que tal se aventurar na cozinha com receitas saudáveis? Confira, a seguir, duas receitas deliciosas e com poucas calorias para o café da manhã.

emagrecercomsaude

Tapioca de beterraba com chia e ovo mexido

Ingredientes

  • 120 g de farinha de goma de tapioca
  • 120 ml de água morna
  • 15 g de beterraba ralada
  • 15 g de chia
  • 60 g de ovo 
  • 70 g de clara

Modo de preparo

Rale a tapioca e tire o suco. Em um bowl, hidrate a tapioca e adicione, aos poucos, a água. Quando a mistura entrar na consistência de goma, adicione a chia. Coloque a massa em uma frigideira pré-aquecida. Em um bowl, misture levemente o ovo com as claras. Despeje o preparado em outra frigideira e mexa de fora para dentro. Quando virar a tapioca, coloque os ovos mexidos e dobre como um envelope.

Shake de berries com gengibre e cúrcuma

Ingredientes

  • 140 g de banana congelada e sem casca 
  • 1 pitada de gengibre ralado 
  • 200 g de berries congeladas (mirtilo, morango e amora) 
  • 300 ml de água de coco
  • 1 pitada de cúrcuma

Modo de preparo

Bata as bananas congeladas com água de coco em um liquidificador. Acrescente, aos poucos, as berries e o gengibre. Por último, acrescente a cúrcuma até que a mistura fique bem homogênea.

Conheça nossos cursos online de alimentação saudável e aprenda dicas de nutricionistas para se alimentar bem e sem sacrifícios.