A queima das calorias consumidas pelo organismo pode ocorrer de várias formas — lenta, normal ou acelerada. A isso damos o nome de metabolismo, que sofre uma variação de pessoa para pessoa, tendo um caráter primordialmente genético.

No entanto, isso não quer dizer que ele não possa ser alterado. Existem meios de acelerar o metabolismo, fazendo com que haja mais gasto calórico para, assim, conquistar resultados de emagrecimento e bem-estar com maior facilidade.

Vantagem de acelerar o metabolismo

A maior vantagem do metabolismo acelerado está no fato de ocorrer uma queima mais rápida de calorias, tornando muito mais fácil a perda de peso e, por outro lado, mais difícil a manutenção de energia. Assim, o organismo vai exigir uma ingestão maior de calorias para se manter saudável.

Por isso, quando dizemos que alguém tem o metabolismo lento, significa que seu organismo tem mais facilidade de ganhar peso, pois gasta menos calorias em comparação com aqueles que têm metabolismo normal ou acelerado.

Mas o que fazer, então, para acelerar o metabolismo e evitar o ganho de peso? É sobre isso que falaremos a seguir: acompanhe.

Como acelerar o metabolismo de maneira saudável

1. Tomar café da manhã

Após um jejum durante a noite, de cerca de 8 horas, o corpo necessita de energia. Se isso não acontece, pode ocorrer o catabolismo, que é quando o organismo retira dos músculos a energia que precisa. Lembrando que o café da manhã, para quebrar o jejum e repor as energias, deve ser rico em fibras, proteínas e vitaminas.

2. Evitar o stress

O stress estimula a secreção de níveis altos de cortisol — hormônio que contribui para o aumento da fome e para o acúmulo de gordura abdominal. Sendo assim, combater o estresse ajuda o organismo a manter o metabolismo acelerado e, dessa forma, evitar o ganho de peso.

3. Dormir bem

Uma boa noite de sono garante um descanso tranquilo e a produção normal de diversos hormônios. Quando dormimos pouco — menos de 8 horas por dia —, ocorre uma alteração na produção do cortisol (entre outros hormônios), que age interferindo na fome, podendo resultar em um aumento de peso.

4. Fazer treino intervalado

O treino intervalado se caracteriza por uma alternância de intensidade, que varia entre 90% da frequência cardíaca máxima e as baixas e médias, não podendo ultrapassar os 70% da frequência cardíaca máxima — durante o período de 30 minutos.

Para calcular a frequência cardíaca máxima, basta fazer o pequeno cálculo: 220 – idade; por exemplo, uma pessoa de 30 anos (220 – 30 = 190) tem a frequência cardíaca máxima de 190 bpm (batimentos por minuto).

Esse tipo de treinamento assegura a perda de calorias até uma hora após a atividade, elevando o metabolismo e contribuindo para o emagrecimento.

5. Consumir pimenta

A pimenta contém uma substância picante, chamada capsaicina, que estimula a liberação de adrenalina, acelerando o metabolismo em até 20%. A dica é usar uma pequena quantidade de pimenta caiena em molhos, cremes, sopas, etc.

6. Comer chocolate amargo

Um dos benefícios do chocolate amargo é tornar mais rápido o metabolismo. Isso se deve a dois componentes do alimento, que são a cafeína e o antioxidante catequina. No entanto, não exagere na quantidade — o aconselhável é consumir apenas um quadradinho por dia.

7. Consumir canela

Além de ser deliciosa, dando um toque especial a comidas doces e salgadas, a canela contribui para tornar o metabolismo mais rápido. Devido ao seu efeito termogênico, ela aumenta a temperatura corporal e, para que o organismo chegue a um equilíbrio, ele é obrigado a consumir mais energia, utilizando a gordura acumulada.

E então, gostou desse post sobre como acelerar o metabolismo? Restou alguma dúvida sobre o assunto? Deixe um comentário e não deixe de conhecer nossos cursos de alimentação saudável.