Sem tempo para ler? Que tal OUVIR esse texto? Aperte o play abaixo e ouça o post.

 

Cuidar da saúde pode não parecer uma tarefa fácil, ainda mais com a correria do dia a dia. No entanto, uma vida saudável começa pela alimentação, e adaptá-la à sua rotina é bem mais simples do que você imagina. Nesse sentido, iniciar um cardápio funcional apresenta-se como uma ótima alternativa.

Desenvolvida para possibilitar mais vantagens do que apenas o fornecimento de calorias e nutrientes ao organismo, a alimentação funcional previne doenças e auxilia na manutenção da saúde.

Quer descobrir mais sobre ela? Então, continue a leitura. Neste artigo, separamos os benefícios dessa dieta e algumas dicas de alimentos funcionais que você pode inserir nas suas principais refeições. Confira!

Benefícios da dieta funcional

Um alimento funcional é aquele que, ao ser consumido, provoca efeitos positivos no metabolismo ou na fisiologia do corpo. Assim, a saúde é beneficiada principalmente pela prevenção de doenças e outras condições que podem afetar seu bem-estar e sua qualidade de vida.

O cardápio funcional conta com alimentos ricos em fibras, ômega-3, antioxidantes, termogênicos e probióticos. Ademais, a dieta evita o glúten e a lactose, além de comidas muito açucaradas e gordurosas.

Entre os benefícios dessa forma de se alimentar, podemos destacar a redução do estresse, das crises de TPM e dos efeitos do envelhecimento. Além disso, ela contribui para o bom funcionamento intestinal, o emagrecimento e, em alguns casos, até a prevenção de câncer.

Sugestões de alimentos para cardápio funcional

Que tal iniciar essa dieta agora mesmo? A seguir, confira os alimentos funcionais mais indicados para cada refeição.

Café da manhã

Banana

A banana é uma das frutas que mais saciam, por isso auxilia no processo de emagrecimento. Quando em contato com a água, as fibras da banana formam um gel que preenche o estômago e evita a vontade de beliscar outros alimentos por várias horas.

Linhaça

Seja com uma fruta, seja no iogurte, a linhaça é uma ótima opção de alimento funcional para o café da manhã. Essa semente rica em ômega-3 (ácido graxo que tem ação antioxidante e anti-inflamatória) apresenta-se como uma ótima aliada quando o assunto é retardar o envelhecimento das células. Além dessa vantagem, a linhaça também apresenta muitas fibras em sua composição, componente que contribui para o bom funcionamento intestinal e previne a prisão de ventre e o inchaço abdominal.

Aveia

A aveia — que pode ser consumida na forma de flocos, de farelo ou de farinha — contém fibras que atuam na redução dos níveis de colesterol. Assim, esse alimento contribui para a prevenção de eventos cardiovasculares como o infarto.

Almoço

Peixe grelhado

Optar pelo peixe grelhado como fonte de proteína faz muito bem para a sua saúde. Isso porque esse alimento funcional é rico em ômega-3 e tem uma menor concentração de colesterol em sua composição. Além disso, evitar frituras é uma das bases do cardápio funcional.

Arroz integral

Ao contrário do arroz branco, o integral é uma opção de alimento funcional. Entre suas principais características está uma alta concentração de fibras, as quais diminuem o ritmo de absorção da glicose e aumentam o tempo de saciedade. Além disso, esse componente auxilia no funcionamento do intestino e ajuda a prevenir o câncer de cólon do intestino.

Jantar

Salada

As folhas verdes — principalmente a couve — associadas a legumes como o pepino e a cenoura compõem uma salada deliciosa, rica em fibras e muito funcional. Para complementar, você pode temperá-la com ingredientes anti-inflamatórios, como o açafrão, e termogênicos, como o gengibre.

Quer ver um resumo desse texto em vídeo? Aperte o play!

Gostou das nossas dicas de como montar um cardápio funcional? Então é só começar. Mas lembre-se: a ajuda de um profissional da área é fundamental para auxiliar você a montar uma dieta compatível com as suas necessidades, características e rotina.

Aproveite que está por aqui e conheça nosso curso Cardápio Funcional Completo! Vamos lá?