Muitas pessoas podem até achar que a vida de um atleta é baseada apenas em exercícios físicos. No entanto, vale lembrar que para as atividades físicas terem resultados, a alimentação deve ser saudável e equilibrada.

Por meio de uma alimentação adequada, é possível ter uma melhora nos treinos, bem-estar e os objetivos alcançados mais rapidamente. Contudo, mediante a tantos produtos, dúvidas podem surgir sobre quais alimentos devem ser inseridos em seu cardápio.

Para sanar as dúvidas em relação aos alimentos que você deve consumir em seus treinos, preparamos um post com algumas sugestões. Confira!

Consuma micronutrientes

Os micronutrientes são as vitaminas e minerais encontrados, principalmente, em vegetais, frutas e em alimentos de origem animal.

Esses nutrientes não precisam de uma grande ingestão para a prática de exercícios, porém, caso faltem, pode ocorrer tontura, náusea e fraqueza. Além disso, seu desempenho e resultados podem ser gravemente prejudicados caso você não os consuma.

Valorize as proteínas

As proteínas devem ser valorizadas devido ao fato de proporcionarem ao atleta crescimento e recuperação muscular. As mais indicadas são as encontradas nas carnes brancas e peixes, por serem de fácil digestão, rápida absorção e alto valor proteico.

Ainda sobre esses alimentos, não podemos nos esquecer do ovo, que também é rico em proteínas. Frisando que eles não podem ser consumidos fritos ou com acréscimo de produtos sem valor nutricional em sua preparação.

Hidrate-se

Incluindo o hábito de beber água em sua rotina, seu organismo será favorecido pela eliminação de toxinas, além de repor o líquido que é perdido pela transpiração durante os exercícios. Além da água, você pode optar também por sucos naturais.

Para os praticantes de musculação, por exemplo, a água também beneficia o ganho de massa magra. Você consumindo mais água no decorrer do dia, vai contribuir para aumentar a sensação da saciedade, ajudar na digestão e absorção de nutrientes.

Fracione as refeições

Para que não haja exagero na quantidade da ingestão de alimentos, o ideal é que as refeições sejam fracionadas em intervalos de 3 em 3 horas ou menos. Os benefícios do fracionamento das refeições são de controlar a fome, acelerar o metabolismo e evitar comer demais nas refeições posteriores.

No entanto, é preciso ter cuidado para que no decorrer do dia as refeições sejam saudáveis e nutritivas — com maior número de ingestão de frutas e antioxidantes.

Acrescente cereais integrais

Os cereais integrais são fontes de fibras, minerais e vitaminas, nutrientes essenciais para o bom funcionamento do organismo. O indicado é você consumir em 3 porções diárias, grãos como aveia, linhaça, chia e quinoa.

As fibras encontradas nesses grãos ajudam no bom funcionamento do intestino, reduzem os níveis de colesterol e ainda auxiliam a diminuir a gordura abdominal.

Insira carboidratos

Os carboidratos são responsáveis por fornecer energia ao corpo e melhorar o aproveitamento físico durante a prática dos exercícios. No entanto, você deve ficar atento aos tipos de carboidratos — simples e complexos — e quanto ao consumo no pré e pós-treino.

Os carboidratos simples devem ser consumidos no pós-treino como: banana, suco de laranja e de uva, por exemplo. Já os carboidratos complexos são indicados para o pré treino: frutas, tapioca, batata-doce, entre outros.

Por fim, é válido reforçar que a alimentação para atletas deve incluir alimentos diversificados com o objetivo de promover saúde e boa disposição para continuar com seus treinos.

Agora que já conferiu conosco um pouco mais sobre a alimentação de praticantes de atividades físicas, compartilhe este post em suas redes sociais para que seus amigos também conheçam mais sobre este assunto. Agora, se você quer colocar a mão na massa, conheça o curso Cardápio equilibrado para atletas e praticantes de atividade física.