Uma alimentação rica em fibras é sinônimo de saúde, e são diversos os benefícios produzidos por ela. Certamente, um dos efeitos mais conhecidos é a regulação intestinal, fundamental quando o assunto é evitar a prisão de ventre. Mas você sabia que uma dieta rica em fibras também pode atuar na prevenção do câncer?

Quando essa doença — com números cada vez mais elevados de pacientes atingidos — não é tratada logo no início, são grandes as chances de levar uma pessoa a óbito. Assim sendo, o melhor ainda é prevenir.

Quer entender mais sobre como as fibras podem contribuir para a prevenção do câncer? Continue a leitura e confira.

Hábitos saudáveis para a prevenção do câncer

Alguns hábitos de vida já são bem conhecidos pela população como formas de prevenir o câncer. Entre eles estão:

  • não fumar;
  • não beber;
  • passar protetor solar;
  • fazer exercícios físicos;
  • amamentar;
  • não consumir alimentos industrializados;
  • cuidar muito bem da alimentação.

Recentemente, cientistas do Imperial College de Londres descobriram que as fibras presentes nos alimentos auxiliam na prevenção do câncer de intestino grosso e colorretal. Além disso, outros estudos também indicam que o consumo diário de fibras previne o câncer de pâncreas, de esôfago e até de mama.

Mecanismo de ação das fibras

A ação anticancerígena das fibras acontece por meio da retenção de substâncias tóxicas consumidas ou produzidas durante a própria digestão, as quais poderiam levar ao desenvolvimento da doença.

Ademais, a aceleração do trânsito intestinal e a diminuição do contato das substâncias carcinogênicas com os tecidos também ajudam a prevenir o câncer.

Na prevenção do câncer de mama, as fibras reduzem fatores de crescimento semelhantes à insulina-I (IGF-I) e hormônios esteroides, como os estrogênios, que atuam diretamente no desencadeamento da doença.

No caso do carcinoma de pâncreas, elas também estão associadas com a redução do IGF-I. Para o câncer de esôfago, as fibras atuam auxiliando no controle do refluxo gastroesofágico, que pode gerar lesões no tecido e desenvolvimento de carcinoma.

Benefícios de uma dieta rica em fibras

Para reduzir o risco de desenvolver carcinomas, o recomendado pelo INCA (Instituto Nacional do Câncer) é que a ingestão diária de fibras seja de 25 a 30 gramas. Além da prevenção do câncer, consumir fibras alimentares também ajuda em outras áreas da saúde, como você pode acompanhar abaixo.

Controle de diabetes

O consumo de alimentos que contêm fibras ajuda a reduzir a velocidade de digestão dos carboidratos. Isso porque, em contato com a água, elas incham e criam uma espécie de capa protetora que dificulta a quebra do açúcar. Assim, a glicose é absorvida gradativamente, o que evita a liberação de picos de insulina.

Diminuição do colesterol

A mesma capa protetora que diminui a velocidade de digestão do açúcar impede que parte da gordura, como o LDL-colesterol (conhecido como colesterol ruim), seja absorvida. Além disso, a fermentação das fibras realizada pelas bactérias intestinais reduz a quantidade de colesterol sintetizado pelo fígado.

Emagrecimento

Após ser ingerida, as fibras aumentam de tamanho em contato com a água. Isso fornece a sensação de saciedade e diminui os excessos na alimentação, auxiliando na perda de peso.

Alimentos fontes de fibras

Conheça agora quais são os alimentos ricos em fibras:

  • verduras;
  • frutas e suas cascas;
  • leguminosas;
  • farelo de trigo;
  • cereais;
  • pães, massas e biscoitos integrais.

Então, que tal inserir as fibras na sua dieta para prevenção do câncer e ainda desfrutar de todos os seus outros benefícios? Vá ao supermercado ou à feira agora mesmo e invista em uma alimentação funcional e balanceada. Assim, você tem tudo para manter sua saúde em dia.

A fim de ter uma alimentação ainda mais saudável, não deixe de baixar gratuitamente nosso guia com um passo a passo para se tornar vegetariano. Com ele, você vai descobrir como adaptar sua dieta de forma prática e nutritiva.