Ao comprar produtos cultivados organicamente, de maneira sustentável e livre de substâncias químicas nocivas, você está fazendo um investimento na melhoria da sua saúde, de sua família, no meio ambiente e no futuro das próximas gerações.

Alimentos orgânicos são cultivados e processados a partir de técnicas que respeitam o meio ambiente e priorizam a qualidade do alimento. Os cultivos orgânicos devem ser livres de pesticidas sintéticos, modificações genéticas e fertilizantes químicos.

No caso dos alimentos orgânicos de origem animal — carnes, ovos e laticínios — a preocupação está na maneira como os animais são criados. Eles devem ter acesso ao ar livre e devem ser alimentados de maneira biológica — sem rações industrializadas e afins. Além disso, não podem ser tratados com antibióticos e hormônios de crescimento, por exemplo.

Selecionamos neste post 4 benefícios que os alimentos orgânicos podem trazer para a nossa vida. Confira:

1. Não ingerir produtos químicos

Os cultivos orgânicos utilizam apenas sistemas naturais para combater pragas e fertilizar o solo. Dessa forma, as lavouras orgânicas levam vantagem sobre culturas tradicionais de alimentos por deixar de fora do nosso prato produtos que estão contaminados com agrotóxicos.

2. Não consumir produtos transgênicos

Os alimentos geneticamente modificados, também conhecidos como transgênicos, estão associados à aparição de novas alergias e de genes resistentes aos antibióticos e à redução da capacidade de fertilidade.

Além disso, os vegetais transgênicos acabam com variedades tradicionais de plantas, provocando uma perda irreversível para a biodiversidade. A escolha por orgânicos é uma maneira de ter certeza de que os alimentos que foram geneticamente modificados estão fora da sua dieta.

3. Evitar hormônios, antibióticos e medicamentos nos produtos de origem animal

Na criação convencional, vacas, galinhas e porcos são alimentados com rações e grãos carregados de toxinas e substâncias químicas. Antibióticos, drogas e hormônios de crescimento também fazem parte do processo de criação desses animais, e essas substâncias são passadas diretamente para a carne e para os produtos lácteos.

Como a cultura orgânica de animais está livre dessas intervenções químicas, os produtos orgânicos de origem animal são mais saudáveis.

4. Reduzir a poluição e proteger a água e o solo

Os produtos químicos agrícolas, os pesticidas e os fertilizantes estão contaminando o nosso meio ambiente, comprometendo a qualidade da água e destruindo o valor de terra fértil. Cultivos orgânicos certificados não podem utilizar produtos químicos tóxicos na agricultura. Além disso, devem efetuar uma gestão responsável do solo e garantir a biodiversidade.

O único ponto negativo dos alimentos orgânicos é o valor. Por falta de incentivo governamental e pela própria lógica do cultivo — que não utiliza estratégias para produções em alta escala — de fato os alimentos orgânicos são mais caros. Mas pensando no custo-benefício, vale a pena investir nesse tipo de produto quando o assunto em questão é a nossa saúde e o nosso bem-estar.

Gostou das nossas dicas sobre os alimentos orgânicos e os benefícios que eles geram? Então compartilhe a sua opinião deixando um comentário abaixo. Conheça também os nossos cursos de gastronomia saudável e aprenda receitas deliciosas.